Sinceramente, depois desse tal longa metragem dos Simpsons eu achei que eles teriam um pouco mais de decência e acabariam com essa porcaria, mas no Omelete agora acabei de ler uma coisa que me deixou com ódio (mais ainda) dessa série.

 

O mundo sabe que os Simpsons é um desenho RIDÍCULO que faz paródias RIDÍCULAS de tudo que é americano. Enquanto eles faziam isso com as coisas erradas eu até ficava calada e achava uma forma até bastante inteligente de crítica, mas quando eles começaram a entrar no terreno das coisas que deram certo por lá eu já achei de um mal gosto total.

 

Nessa 19° temporada, acho que por falta de assunto, afinal de contas 19 anos chega uma hora que não se tem mais porra nenhuma para falar; os roteiristas resolveram “parodiar” um dos filmes mais bonitos que Hollywood foi capaz de fazer “Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças” eu sinceramente achei isso RIDÍCULO e um completo desrespeito com as pessoas que trabalharam para o filme. É, o filme é com o Jim Carrey o ator que eu não gosto, mas eu ainda afirmo, se ele resolvesse sair da comedia, deixar aquelas caras e bocas nojentas que ele faz e se dedicar aos bons roteiros de drama, ele mostraria o puta do talento que ele tem. Sinceramente, esse desenho tem é que acabar. Pra falar a verdade nunca deveria ter começado.

 

Postado por vanessa.sc às 10:13:14
  | Encaminhar Este Post

Começar o dia com notícias estranhas não é o sonho de todo mundo. Bem se sabe que nessas produções (Tanto TV quanto cinema) muito pouco se preocupa com alguns detalhes... Digamos básicos.

 

Bem se sabe que o “mini” astro adolescente Zac Efrom está com a carreira decolando, não faz muito tempo, ele declarou que gostaria de ter uma carreira IGUAL (não foi “parecida” a palavra usada por ele) ao Leo (Leonardo DiCaprio). Bom, muita gente sabe que eu até gosto da pessoa em questão, que eu acho até bem bonito, principalmente com aqueles olhos de um azul que eu nunca vi, mas daí querer ser um Leo 2 é um pouco de pretensão da parte dele. Eu sempre falei desde pequenininha, que o Leo um dia iria mostrar ao que veio, e a resposta dele está aí... Indo para o seu quarto filme com ninguém mesmo que o Scorcese. Vamos ver se o Zac terá a mesma sorte; para isso ele ainda precisa comer muito arroz com feijão para chegar perto do pior filme do Leo (que eu não vejo qual seja), mesmo o Zac estando no caminho certo... Isso eu confesso.

 

Ele está escalado para fazer “17” (Seventeen) uma espécie de “Quero ser grande” às avessas. "Quero ser grande" conta a história de um garoto que faz um pedido de uma máquina estranha e acaba acordando completamente adulto. O filme ficou famoso pela cena em que o personagem toca piano com os pés em uma loja de brinquedos. Foi o primeiro grande filme de um Tom Hanks no início da sua carreira, com sua primeira indicação ao Oscar. Em 17 o personagem do Zac adulto, pai de família acorda um dia com 17 anos, que para ficar mais perto dos filhos se matricula na mesma escola que eles.

 

Quem fará o personagem adulto será Matthew Perry (da série Friends) e é aí que as coisas estranhas acontecem. Não que ele não seja bom ator, pelo contrário, Matthew vem sendo elogiado pelos seus papeis desde o final da série em 2004, mas está claro que a cor dos olhos dele, apesar de claros, NÃO é nada parecida com a cor dos olhos do Zac, que levando pelas circunstâncias, aparecerá mais no filme que Matthew e será uma coisa difícil de esconder. Sem levar em consideração que eles não são nada parecidos fisicamente.

 

Eu sinceramente torço para que o filme tenha sucesso tanto pelo Zac quanto pelo Matthew (que o personagem dele era o que eu mais gostava) e o Zac... Ele ganhou alguns pontos (mesmo sendo um pouco prepotente) falando que quer ser um Leo 2 de Hollywood, já que Leonardo DiCaprio “cresceu” junto comigo. Eu sempre gostei dele, sempre falei que ele era bom ator; mesmo tendo uma fase “bad boy”.

 

Fonte: Cinema Com Rapadura

Postado por vanessa.sc às 09:04:01
  | Encaminhar Este Post

65 Anos da Estréia de Casablanca.

Um dos ícones do cinema acaba de fazer aniversário. Há sessenta e cinco anos, "Casablanca" entrava em cartaz nos cinemas americanos e na história da indústria cinematográfica. Dirigido por Michael Curtiz ("As Aventuras de Huckleberry Finn"), o filme foi uma das grandes surpresas do ano para a Warner Bros. Pictures, que esperava que o longa fosse bem na bilheteria, mas não estava preparada para que ele se tornasse um dos clássicos mais comentados de todos os tempos.

Com história situada basicamente em uma cidade do Marrocos, que inclusive dá nome ao longa-metragem, o filme mostrava o dramático romance entre Rick Blaine (Humphrey Bogart) e Ilsa Lund Laszlo (Ingrid Bergman). Apaixonados, eles vivem um amor digno de contos de fada em Paris, até que um desencontro os separa. Para esquecer a desilusão, Rick muda-se para Casablanca, onde inaugura um bar e orgulha-se da vida sem emoção, porém descomplicada. Isso até a misteriosa Ilsa entrar novamente em sua vida e bagunçar tudo outra vez.

Com custo de 75 mil dólares, a película acabou saindo um pouco mais cara para a produtora, até porque quase todas as cenas foram realizadas em estúdio, o que aumenta consideravelmente o orçamento. Entre os principais ingredientes para o sucesso, foram unidos nas telas dois dos atores mais prestigiados e respeitados das telonas: Humphrey Bogart ("Sabrina") e Ingrid Bergman ("Anastasia"). Bogart, que tinha cinco centímetros a menos que Bergman, precisou de alguns ajustes durante as filmagens para disfarçar a proporção.

"Casablanca" marcou as pessoas com suas frases de efeito e bom caimento para as várias cenas. Além de conquistar o público com a história de amor, o filme ainda tornou história a música tema "As Time Goes By", eleita uma das cem melhores músicas do cinema pelo canal MGM. Cantada pelo personagem Sam (Dooley Wilson, em seu papel mais conhecido), a canção simbolizava a música preferida do casal.

Fonte: Cinema Com Rapadura.

Postado por vanessa.sc às 16:09:00
  | Encaminhar Este Post

Voltei a escutar “Come Back Down” o que não é um bom sinal. Essa música me lembra muito você e todas as noites que passamos acordados conversando sobre nada. É estranho, pois essa música acabou me ligando a você de alguma forma sem eu pedir.

 

Eu lembro que eu desejava imensamente que essa música fizesse de alguma forma, parte de alguma história minha. E ela fez! Mesmo que por pouco tempo ela fez. Durante um bom tempo eu nem sequer lembrava dela, mas de umas duas semanas para cá ela não me sai da cabeça e hoje? Bem hoje eu não agüentei e acabei colocando ela para tocar várias vezes (como eu sempre fazia quando conversava com você), com uma diferença que... Eu não estava conversando com você.

 

Eu sei que você tentou por um tempo uma nova aproximação, mas... Mas eu não podia, não devia deixar você se reaproximar novamente! Eu preciso de alguém presente em minha vida... Mas meu coração ainda bate forte quando eu lembro a sua voz, seu sorriso... Enfim Você!

 

De certa forma eu entendo o motivo de você ter se afastado, na realidade eu acho que no teu lugar eu teria feito a mesma coisa, mas o problema é que a gente não manda no coração. O que mais me dói é que eu realmente sinto a tua falta. “Você tem a capacidade de escrever coisas bonitas” essa tua frase não sai nunca da minha cabeça. Pena que coisas bonitas não são o suficiente para manter alguém na vida da gente.

 

Você está agora vivendo um novo momento na sua vida, eu mal te reconheci, e espero sinceramente que todos os problemas tenham ido embora e que agora você esteja em paz. Eu sempre espero que você esteja bem! Beijos.

Postado por vanessa.sc às 00:31:23
  | Encaminhar Este Post

Esse domingo eu fui assistir ao filme “A loja mágica de brinquedos” fantasia (literalmente) com o Dustin Hofmam e a Natali Portmam. Sendo fantasia e sendo para criança o filme estava dublado. Isso em outros tempos não teria problema nenhum, mas agora não tem mais graça ver filmes recentes dublados tanto do Dustim quanto do Bruce Willis, já que ambos tinham o mesmo dublador oficial Newton da Mata que morreu ano passado.

 

Bom mas isso é o de menos. O interessante é que ao começar o filme eu pensei que seria mais um filme “bonitinho” infantil e que eu iria rir muito. Pois foi justamente ao contrario. O filme é sim “bonitinho e infantil”, mas eu não ri muito. Logo nos 30 minutos iniciais eu já comecei a derramar uma discreta lágrima o que seria a primeira de muitas, pois eu chorei quase o filme todo.

 

Não que ele seja um filme triste (não muito), mas eu acho que a história de cada personagem do filme, mais o fato do personagem do Dustin ser uma personagem completamente apaixonante dono de ma loja que qualquer criança (esteja ela com 8 ou com 80 anos) gostaria de estar foi que me pegou completamente de surpresa.

 

Uma das cenas mais bonitas é quando desligam as luzes do quarto em que o Mr. Magorium (acho que é esse o nome) está e aparecem centenas de estrelas brilhantes que um dos personagens pregou nas paredes. Gente, essa cena pra mim foi a mais bonita, era estrelinhas brilhantes pra tudo quanto é lado... Simplesmente lindo.

 

A loja era um espetáculo a parte. Sabe quando você é criança que entra em uma loja de brinquedos e acha que tudo ganha vida? A loja é assim, mas claro, como todo filme infantil, ela só é assim para quem realmente acreditava nela. E não eram somente os brinquedos que ganhavam vida, a loja toda (eu digo o prédio) também tinha vida e... Bem digamos um forte temperamento.

 

Existia ainda, além de Molly e do dono da loja, uma criança que vivia sozinha por ser tímida demais e um contador, chamado carinhosamente (?) de “mutante” que escondeu sua alma infantil para não parecer tão estranho na frente dos outros, e que teria que (re) descobri-la. E quer um lugar melhor que uma loja mágica de brinquedos para isso? Os dois acabam fazendo uma bela amizade. E o garotinho tem os olhinhos tão lindos. Ele é muito fofo, além de ter uma IMENSA (literalmente) coleção de chapéus.

 

No Omelete a crítica ao filme não foi das melhores. Disseram que faltava profundidade, mas quer saber? Pra mim o filme tocou de verdade, não estou falando que foi um dos melhores que eu já vi durante o ano, não, eu estaria enganando vocês, mas foi um dos que mais me fez chorar (mesmo sendo um filme infantil).

Postado por vanessa.sc às 09:37:48
  | Encaminhar Este Post

Fazia tempo que eu não postava nada dele...Saudades do desenho!

Postado por vanessa.sc às 15:52:40
  | Encaminhar Este Post

..:: Vinícius de Morais::..

Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos...
Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido... Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre...
Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nos e-mails trocados...
Podemos nos telefonar... conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passar... meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo...
Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão: Quem são aquelas pessoas? Diremos que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto!!! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida!
A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um último adeus de um amigo. E entre lágrima nos abraçaremos...
Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado... E nos perderemos no tempo...
Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...
Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!

Postado por vanessa.sc às 21:06:18
  | Encaminhar Este Post

Inquebráveis...

É engraçado como certas coisas nunca mudam, não é? A gente cresce, vira “gente grande”, mas tem coisas que mesmo sendo, digamos “piegas” a gente não deixa de gostar não é? Quer dizer isso quando você REALMENTE gosta e não fala que gosta somente por modismo.

 

Eu estou falando isso porque acabei de comprar o novo CD dos Backstreet Boys, e posso confessar que eu acompanho os rapazes desde o seu começo. Lá no inicio mesmo, quando ninguém aqui no Brasil sabia quem eram eles. Posso garantir que eles têm me acompanhado também todos esses anos, rs!

 

E eles cresceram, ficaram bons mesmo, claro não que eles não fossem antes, mas amadureceram, deixaram de falar daquele amor de colégio que toda boyband um dia canta. Assim como aconteceu com Bon Jovi, que deixou de cantar “Você deu ao amor um nome ruim” para cantas das (DES)venturas da vida, das idas e vindas, decepções, (DES)encontros, os BSB também estão fazendo a coisa certa, pelo menos pra mim, ao cantarem o que todo mundo um dia passa! Ainda tem as musicas que falam de amor, se não houvesse não seria BSB, mas até essas músicas estão mais maduras. O disco está ótimo, posso falar que foi um dos poucos discos deles que eu gostei de todas as músicas sem exceção.

 

Quando eles lançaram “Black and Blue” e “Never Gone” eu também gostei das músicas em si, mas “Unbreakable” foi uma grata surpresa. O estranho é que ontem mesmo eu estava falando com uma amiga minha sobre eles, ela estava escutando “Incomplete”, uma das músicas que eu mais gosto. Deles eu posso dizer que conheço quase todas as músicas, e essa é uma das mais bonitas, apesar de ainda eles não terem gravada nada como “Drowning” e “Shape of my heart”.

 

A única coisa que eu acho triste, é que eles não são mais um quinteto, mas um quarteto, já que o Kevin (aquele com a cara de vigário) saiu. Mas não prejudicou em nada o grupo. Bom disco, e para quem realmente gosta deles (e não só pelo fato de eles serem “lindos”) o disco vale a pena, e muito!

Postado por vanessa.sc às 09:23:22
  | Encaminhar Este Post

Pode até parecer “piração” da minha cabeça sonhadora, mas hoje quando eu assisti pela vigésima vez (sem exagero) As crônicas de Nárnia, eu notei uma semelhança enorme entre a “deep magic” de Nárnia e a “profecia” de Harry Potter. Quando Aslan vai, por conta própria, ser executado pela feiticeira branca, me lembrou muito quando o Harry foi encontrar “o seu destino” com Voldemort.

 

É certo que um dos livros prediletos da JK é a obra de CS Lewis e que ela usou algumas coisas da obra dele para a sua, o número de livros, alguns nomes como o sobrenome do Cedricc, e também isso. Ta pode até ser que ela não tenha tido a intenção, mas que é bem parecido, é sim! É só ler com mais atenção o capítulo do livro em que ela fala da jornada do Harry e prestar atenção nos passos do Aslan, são parecidíssimos, ambos estavam sozinhos, angustiados e tiveram companhia por um determinado tempo, mas na hora exata? Tiveram que enfrentar sozinhos o tal destino.

 

Sinceramente? Eu acho que ando ficando com raiva dessa palavra “destino”. Afinal de contas, eu sempre falei que Deus já sabe como vamos terminar (quer dizer, ele sabe o final) e o livre arbítrio está em justamente como chegaremos lá e que caminhos teremos que trilhar (agora eu lembrei de outra obra britânica – O Guia do Mochileiro das Galáxias, que é justamente uma das perguntas que Arthur Dent faz para si mesmo em determinado momento). É uma ficção científica, mas é bem divertida em determinados momentos; o cara conseguiu viajar legal na maionese.

 

Mas voltando... Enfim, Harry Potter tem muito mais de Nárnia que muita gente imagina... Tudo bem que são obras escritas com... Digamos 50 anos de diferença, levando em consideração que “As crônicas de Nárnia” foi escrita em plena segunda guerra mundial... Quer dizer, ou em plena guerra ou no pós-guerra, que eu sinceramente não vejo tanta diferença assim, tirando o fato de não haver mais nenhuma ameaça a humanidade, o resto é tudo muito igual, e eu confesso, que acho que o mundo ainda não se recuperou totalmente desse evento. Mas são obras diferentes que de alguma forma se parecem muito. Mas isso é outra história.

 

De qualquer forma, JK teve influência total de Lewis, se não diretamente na história dos livros, mas na criatividade dela e a sua capacidade de nos fazer chorar. Quem ainda não leu, eu recomendo ler “A última batalha” se quem terminar o livro não conseguir derramar uma só lágrima, então, essa pessoa pode se considerar apenas um “humanóide” e não um ser humano, eu sinceramente não sei como existe um ser humano que não chore com aquele livro, bom, eu pelo menos ainda não encontrei ninguém que não tenha chorado, ainda bem!

 

E o mais engraçado ainda, é que para cada pessoa o livro passa uma emoção diferente! Pra mim mostrou que no final das contas, tudo acaba bem! De alguma maneira ou de outra para quem realmente acredita!

Postado por vanessa.sc às 22:54:11
  | Encaminhar Este Post

..:: Então é Natal::..

Bom, definitivamente estamos entrando na época mais bonita do ano, Natal... Eu não sei por que, mas eu sempre gostei dessa época do ano, onde todos estão menos estressados, inclusive eu rs.

 

São as luzes, as músicas, o clima, tudo muda (claro que se houvesse um pouco do inverno seria maravilhoso). Mas é época também de se gastar mais dinheiro, com presentes, decoração, enfim coisas mais aconchegantes para a sua casa, e para você também. Época de comprar roupas novas também, eu particularmente gosto muito do natal, já não sou assim tão festeira no ano novo.

 

Os filmes então da época do natal? Gente só de lembrar já dá aquele nó na garganta e faz meus olhos se encherem de lágrimas. Eu já sou chorona por natureza, mas essa época eu fico mais ainda, não tem jeito. Lembro de “O Expresso Polar”; “Simplesmente Amor”...

 

Bom eu já comecei com o meu blog, e aí? Gostaram do template? Quem me mostrou o site foi a Bel, sempre ela, eu ainda sinceramente não sei como ela consegue tudo isso, e se ela estiver lendo esse post agora deve estar morrendo de rir! Obrigada Bel!

 

Já montamos a árvore, esse ano eu esqueci de colocar as luzes por dentro dela, mas ela está bem bonita, eu perguntei da mamãe se podemos no ano que vem comprar daqueles pezinhos que ficam fazendo a arvore rodar, da menos trabalho para montá-la!

 

E o que vocês querem de Natal? Ou melhor, qual a sua idéia de um natal perfeito? O meu seria todas as pessoas que eu amo juntas, é, todos os meus amigos juntos, mas sério mesmo. Desde sempre eu tenho isso, de ter todas as pessoas que eu gosto juntas passando o natal, tudo bem que esse ano diminuiu MUITO a lista de pessoas das quais eu quero por perto, mas ainda sim eu as queria juntas. Coisas de quem vê muito filme na época do natal, rs! E esse ano... Bom, eu queria encontrar O amor da vida inteira, sabe? Aquele que faz você pensar que o mundo está passando bem devagar?! Pois é... Como sempre apenas delírios de uma mente sonhadora!

Postado por vanessa.sc às 20:46:37
  | Encaminhar Este Post

..::Amazon Film Festival::..

Vencedores do Amazonas Film Festival

Terminou nesta quinta-feira, dia 15 de novembro, a 4a edição do Amazonas Film Festival. Na cerimônia realizada no Teatro Amazonas sob o comando do apresentador Marcelo Tas, foram entregues treze troféus ‘Vôo na Floresta’ (considerando os empates), divididos nas categorias ‘Prêmio do Público’, ‘Prêmio do Júri’ e o mais importante deles, o ‘Grande Prêmio do Júri’.

   Na competição de longas-metragens de ficção, o vencedor do ‘Grande Prêmio do Júri’, presidido pelo diretor inglês John Boorman, foi a produção belga-francesa “Sounds of Sand” (Si le vent souleve les sables), da diretora Marion Hänsel, representada no evento pelo produtor Cedomir Kolar.  O ‘Prêmio do Júri’ contemplou dois filmes, o chinês “Assembly”, de Feng Xiaong, e “Horse Thieves” (Voleurs de Chevaux), do diretor belga Micha Wald.

   O público concedeu o troféu ao brasileiro “O Signo da Cidade”. Ele foi recebido pelo diretor Carlos Riccelli e Bruna Lombardi, que subiram ao palco para agradecer ao público e dizer que eles já tinham sido premiados na noite de 10 de novembro, quando o filme foi exibido no Teatro Amazonas e muito aplaudido pelos espectadores.

   O diretor e produtor inglês Richard Brock, presidente do júri de documentários, anunciou os documentários vencedores.  O ‘Grande Prêmio do Júri’ foi para a produção francesa “Jaglavak – Prince of the Insects”, de Jérôme Raynaud. No ‘Prêmio do Júri’ também houve um empate: o sul-africano “Bushman’s Secrets”, de Rehad Desai e Richard Wicksteed, e o holandês “Before the Flood”, de Jos de Putter. O público premiou o brasileiro “Navegar Amazônia – Uma Viagem com Jorge Mautner”, da dupla Jorge Bodansky e Evaldo Mocarzel, filme que também recebeu menção honrosa de Brock.

   Na competição de curtas-metragens, presidida pelo cineasta e biólogo Ricardo Dias, houve uma “dobradinha” de prêmios na categoria digital. O filme “A Incrível História de Coti: Rambo de São Jorge”, de Anderson Mendes ganhou o ‘Grande Prêmio do Júri’ e também o “Prêmio do Público’. Junto com o diretor, o ator Aldenir Coti, um aficionado pelo personagem vivido no cinema por Sylvester Stalonne, subiu ao palco e emocionado pelo reconhecimento do povo amazonense.

   Na disputa dos filmes 35mm, o curta escolhido para levar o troféu do ‘Grande Prêmio do Júri’ foi “Vida Maria”, de Márcio Ramos, e “Nas Asas do Condor”, de Cristiane Garcia - vencedor do concurso de roteiros na edição passada do festival - foi o ganhador pelo voto popular (na competição de curtas não há o ‘Prêmio do Júri’).

   O ‘Prêmio Banco Daycoval de Roteiro’ para filmes amazonenses foi para “Os Criminosos”, de Emerson Medina.

   O secretário da cultura Robério Braga agradeceu a parceria com a empresa produtora do evento, a francesa Le Public Système Cinéma, mas disse que “apesar de ter uma cara internacional, o Amazonas Film Festival é brasileiríssimo, porque nada é mais brasileiro do que a floresta amazônica”. Braga se despediu da platéia e anunciou a 5a edição do festival para novembro de 2008.

Fonte: SET On Line.

(Eu postei porque além de falar de cinema, fala da MINHA CIDADE, foi o ÚNICO site de cinema que falou sobre o festival, um dia quem sabe, não veremos o festival em todos os sites especializados do país...)

Postado por vanessa.sc às 22:03:05
  | Encaminhar Este Post

Eu estava vendo um documentário na HBO sobre a palavra mais dita nos EUA (bom, digamos que quem tem uma atenção mais apurada vai saber qual é) e eu confesso, estava divertido.

 

É estranho ver quanta discussão existe em relação a essa palavra, na verdade é até estranho ver que a emissora fez um documentário sobre ela. Os americanos costumam dizer “F words”... Sinceramente, eu fico pensando até onde é ou não indicado usar tal palavra. Às vezes é uma boa, encaixa na programação ou na situação, mas todo o momento também fica meio estranho.

 

Claro, nunca pensei que fariam um documentário sobre a F... da palavra, sinceramente, tirando aquelas facções religiosas completamente ortodoxas, não existe um ser humano no planeta que não tenha usado tal palavra ou similar em seu idioma. Ok, não é uma coisa que fique bonito falar, eu até compreendo, mas daí dizer que você vai “queimar no mármore do inferno” já é um pouco demais para a minha cabeça. Jogaram a religião no meio, mas eu sinceramente não sei se Deus vai se preocupar em falarmos tal palavra, ou se desrespeitamos qualquer outra coisa que seja pior que isso, acho que no mundo de hoje, eles, eu digo, Eles, têm tanta coisa pra se preocupar, eu acho que eles dariam uma boa bronca por falar palavrão, mas não nos condenar ao inferno.

 

Claro que uma pessoa que não fala determinadas coisas é mais aceitável, mas às vezes, não sei, não é em todo local que as pessoas aceitam determinado comportamento, se deve saber onde e quando usar tais palavras, e claro, você pode ofender também usando palavras mais calmas. Lógico, é complicado demais na hora da raiva controlar seus pensamentos e sua vontade de dizê-lo, mas a gente sempre consegue um jeitinho de não falar! Ou pelo menos tentar não falar. Eu ando me policiando muito, desde que eu comecei a ter contato com crianças.

 

Claro eu falo um F de vez em quando, mas somente quando eu sei que isso é aceitável; ou então quando eu não consigo evitar. Eles morreram de dizer que é devido as crianças, tudo bem eu também acho que não se deve falar determinadas palavras na frente das crianças, mas caso não seja, fale e explique que isso é feio para uma criança falar. Primeiro, porque ela não vai entender mesmo o significado da palavra, mesmo que você explique mil vezes, dependendo da idade da criança, vai ser meio difícil pra ela compreender o significado, depois porque às vezes nem nos mesmo sabemos o significado, o que dirá uma criança.

 

Mas eu confesso, que é bom às vezes você soltar um FUCK vem grande, ah isso é!

 

PS: Ah, o que voces acharam do template de natal? Lindo não é? 

Postado por vanessa.sc às 21:31:17
  | Encaminhar Este Post

Entrando no Espírito do Natal

Bom gente, eu até que procurei um template com a minha cara para o blog, mas a verdade é que eu esqueci de todos os endereços de sites com templates para blogs, e o que eu estava usando, só tinha um template e não muito bonito, o da Marina a tempos não consigo acessa-lo, lá haviam os mais bonitos templates de natal para blogs que eu já vi!

Enquanto eu não acho um bonito o suficiente, eu estarei usando o do UOL mesmo, coisa tosca, mas tudo bem! Vou procurar mais templates ^^

Beijos

Postado por vanessa.sc às 10:22:43
  | Encaminhar Este Post

SIGNIFICADO DOS NOMES


GEOGRAFIA
• Bagshot, Bathilda (autora de História da Magia): Há uma pequena cidade perto de Londres chamada Bagshot.

• Dursley: Uma cidade perto da terra natal de Rowling.

• Firenze: Florença, escrito em italiano.

• Flitwick: Pequena cidade da Inglaterra.

• Snape: Nome de um vilarejo na Inglaterra.


PALAVRAS ESTRANGEIRAS

• Beauxbatons: “Belas Varinhas”, escrito em francês.

• Delacour, Fleur: Uma expressão francesa que significa “flor da corte”.

• Mosag: Termo galês que significa “mulher malvada, suja”.


LITERATURA
• Diggory, Cedrico: Diggory Kirke é o nome do herói do livro “The Chronicles of Nardia”, de C. S. Lewis, um dos livros prediletos de Rowling.

• Durmstrang: Esse nome é uma brincadeira com a expressão, em alemão, “Sturm und Drang” (tempestade e ímpeto), que se refere a uma literatura dedicada à grandeza.
• Granger, Hermione: Ganhou o nome de um personagem da peça Winter's Tale (Fábulas de Inverno), de Shakespeare.

• Lockhart, Gilderoy: Gilderoy dá a idéia de que ele é folheado a ouro - em inglês, gilded. J. G. Lockhart foi genro e biógrafo de Sir Walter Scott, um autor escocês.

HISTÓRIA
• Elfric the Eager (um bruxo malvado): Um homem chamado Elfric (comandante de um exército) foi um grande traidor ao fingir-se doente na véspera da batalha e alertou o inimigo.

• Fawkes: Seu nome está ligado à lenda da fênix. Recebeu seu nome de Guy Fawkes, líder de uma famosa tentativa de atentado que tinha como objetivo explodir o prédio do Parlamento Inglês, em 05 de novembro de 1605.

• Grey, Lady: Lady Jane Grey foi rainha da Inglaterra no ano de 1553, mas ficou no reinado apenas nove dias. Ela tinha apenas 15 anos e foi decapitada.

RELIGIÃO E MITOLOGIA

• Hermes (coruja de Percy): Hermes era o mensageiro dos deuses gregos.
• Lupin, Remo: Lupus é uma palavra em latim que significa “lobo”. Os lendários fundadores de Roma, que foram amamentados por uma loba, se chamavam Rômulo e Remo.
• Patil, Parvati: Parvati é uma deusa hindu.

• Vablatsky, Cassandra (autora de Esclarecendo o futuro): Na mitologia grega, Cassandra era uma vidente que recebeu esse dom do deus Apolo, na qual a amava. Seu sobrenome vem de Helena Petrovna Vablatsky, fundadora da Sociedade Teosófica, cujo objetivo era estudar magia.


MISCELÂNEA
• Dumbledore: É uma palavra de inglês arcaico que significa um tipo de abelha.
• Jigger, Arsênio (autor de Bebidas e Poções Mágicas): Arsênio é um veneno usado em muitas misturas mágicas. Jigger é uma unidade de medida de líquidos.
• Skeeter, Rita: Em inglês, Skeeter é um tipo de mosquito.
• Spore, Felícia (autor de Mil Ervas e fungos Mágicos): Spore significa sementes. Em grego, Phylum significa “folhas”.


HOMENAGENS
• Potter: Os Potters ganharam esse nome em homenagem aos visinhos de Rowling. Vikki e Ian Potter eram seus amigos de infância.

• Natalie McDonald (sorteada para Grifinória no 4º livro): Uma grande fã canadense. Morreu de leucemia.


OUTROS PERSONAGENS

• Black, Sirius: Existe uma estrela chamada Sirius (a mais brilhante de todas). Sirius vem de “seirius”, uma palavra grega que significa “incandescente”. Essa estrela é conhecida como “cão” (bicho na qual Sirius se transforma), por ser parte da constelação do Cão Maior.

• Hagrid: Essa palavra pertence a um dialeto de inglês arcaico e significa “você teve uma noite ruim”.

• McGonagall, Minerva: o sobrenome dela é o mesmo de “um poeta escocês muito ruim, mas eu simplesmente adoro esse nome”, disse Rowling.

• Nagini (cobra de Voldemort): Naga é uma palavra do sânscrito que quer dizer cobra, e Nagi é a palavra para o feminino (Nag também significa cobra em vários idiomas modernos).

OS MALFOY

• Malfoy: Esse sobrenome vem do latim “maleficus”, que se refere aos bruxos e bruxas que fazem mal aos outros.

• Draco: Palavra cujo significa vem do latim. Significa “dragão” e “serpente” ao mesmo tempo.
• Lúcio (pai): O nome dele lembra “Lúcifer”, um dos nomes do diabo.
• Narcisa (mãe): Seu nome vem do mito grego de Narciso. Ele foi condenado a apaixonar-se por si mesmo, por ser muito vaidoso, e acabou caindo no rio admirando seu próprio reflexo, na qual morreu afogado.

 

PS: Achei legal o significado do nome do Sirius!

>> Fonte: O Mundo de Harry Potter

Postado por vanessa.sc às 19:39:37
  | Encaminhar Este Post

Mais sobre o bruxinho. Enquanto o mundo ainda tenta se conscientizar que acabaram (pelo menos em livros) as aventuras do bruxinho, o cinema anda a todo vapor. Agora no final do ano (data estranha essa, mas necessária devido a tal greve dos roteiristas) começam as filmagens para o sexto e penúltimo filme da série.

 

“Neste sexto ano em Hogwarts, Harry e seus amigos têm que começar a se preparar para a batalha iminente com Voldemort e para isso ele precisa conhecer um pouco mais do passado do seu inimigo. Um novo professor entra para a escola para uma das matérias mais importantes “Porções” e Snape? Bom ele consegue o que tanto queria... Virar professor de Defesa Contra a Arte das Trevas, enquanto Harry se preocupa com a mão escura de seu diretor.

Enquanto isso, Draco se vê em uma difícil tarefa, passada por Voldemort em pessoa. Sem Sirius para lhe ajudar Harry se vê em apuros quando percebe que está apaixonado por uma garota e Hermione tenta controlar seus ciúmes em relação a Rony com Lilá.

O sexto ano de Harry termina de maneira bem trágica, até mais que seu quinto ano e ele precisará confiar nos amigos para poder começar a cumprir a tarefa que Dumbledore dará a ele. Além claro de tentar descobrir quem é um chamado “Príncipe Mestiço” que aparece durante a história toda.”

 

Já foram escolhidos os atores que darão vida a Narcisa Malfoy (Mãe de Draco), Lilá Brown (namorada de Rony) e o Professor Slongborn.

Eu sinceramente espero que esse sexto filme seja digno do livro, e não acabe acontecendo com este o que aconteceu com o quinto. O diretor é o mesmo e eu espero sinceramente que ele não vire novamente o açougueiro que virou em relação ao quinto. O filme mais curto da série poderia muito bem ter ficado com um tempo um pouco maior e não ter tido os cortes que teve tão importantes para esse sexto. Eu lhes afirmo, se houver corte de coisas importantes no sexto filme, será impossível um bom filme para o sétimo, que pelo livro, deveria ser o melhor filme de todos.

Postado por vanessa.sc às 18:05:32
  | Encaminhar Este Post

..::Harry Potter e as Relíquias da Morte::..

Eis o que se passou esses dias, sábado passado, eu estava com alguns amigos estudando para a famigerada prova da ordem, quando tocam a capainha, eu sabia que não eram mais pessoas, por que, além de todas as pessoas já em casa, a portaria não interfonou avisando sobre mais um companheiro.

 

Quando abri a porta, era um dos porteiros me entregando um pacote de um desses tantos sites de compras pela internet. Meu coração no mesmo instante começou a bater mais forte, pois sabia seu conteúdo... O novo livro (e último) de JK Rowling (bom acho que não preciso falar qual livro é).

 Vocês podem estar se perguntando, mas ela poderia ter lido a tradução da armada tradutora, por que essa alegria toda? E a resposta é mais simples ainda, pelo simples fato de eu não ter lido a tradução. Não por não achar que a armada tivesse competência, pelo contrário, mas por preferir infinitamente o livro a qualquer outro meio de leitura virtual. Confesso que tive que controlar meus nervos a curiosidade para não dar uma olhada nas tantas informações que saiam sobre o livro na internet.

 

Deixando de lenga-lenga, vamos ao que interessa. Enfim o último livro do bruxinho mais famosos “dos mundos” (bruxo e trouxa). Enfim saber realmente se Snape (e acreditem era minha maior curiosidade) realmente era um comensal da morte ou fiel a “tio Dumbie”. Bom, obtive minha resposta em meio à lágrimas. Eu sempre adorei o sarcasmo do Snape nos filmes, e confesso que a “febre” me contagiou um pouco tarde (mas não tanto) demais, pois li somente os 03 últimos livros, e pelo que eu andei sabendo, os melhores.

 

Em determinados momentos do livro, eu simplesmente entrava em desespero junto com os personagens, chegando inclusive a achar (se fosse mais nova acreditaria nisso) que as emoções dos personagens estavam transpassando as páginas e chegando ao meu coração (claro, não é bem verdade). Algumas dúvidas JK deixou em aberto (como aquela névoa, por exemplo, que “engoliu” Sirius), mas outras foram finalmente esclarecidas. Houve perdas lastimáveis, eu ainda sinceramente não as entendi o motivo delas, e o porquê! Mas levando em consideração ao que a autora vinha bradando aos 04 cantos do mundo, é até compreensível.

 

O primeiro capítulo do livro tem como título “A ascensão do Lorde das Trevas”, mas depois de terminar de ler o livro completo, o título deveria ser A ascensão do poder do amor e da amizade. Joanne mostra, mais forte que nos outros livros, a força da amizade de Rony, Hermione e Harry, claro, mas ainda de Neville, Luna, Gina, Fred e Jorge (ainda triste por um deles – quem já leu vai entender) e também, ver o quanto o amor sustentou Harry durante todo o livro.

 

Nas partes chatas, quando o Harry estava procurando as Horcruxes (eu sabia desde sempre qual era a sétima Horcrux, cantei a pedra), confesso que foi bem chato. Gostei quando eles estavam na casa do Lago de Sirius e no Chalé das Contas (que foi um dos capítulos mais tristes que teve). Bom ver que o que eu vinha pensando desde quando Harry Potter começou a ser HARRY POTTER realmente se concretizara. Algumas vezes eu ficava revoltada com a Joanne por fazer algumas coisas, mas nesse livro tudo se fecha, juntamente com uma boa parte da vida de uma escritora que soube passar nas páginas de um livro a dor e o sofrimento de tal maneira que pareciam nossos. Eu não acrecitava nisso quando minha prima falava!

 

Mas uma parte eu realmente achei ínfima para a grandiosidade do livro... O prólogo. A meu ver, ela deveria ter explorado mais, contado mais sobre o desfecho dos personagens, mas ao mesmo tempo, pode ser apenas “um tempo” para que venham mais histórias do Harry, quem sabe, mas mesmo assim gostei do que aconteceu no prólogo! É esperar para ver! E... Hogwarts eternamente!

 

Queria poder lançar uma pergunta sobre o prólogo, mas assim iria estragar um dos que eu acho que é o melhor (e mais angustiante) capítulo do livro!

Postado por vanessa.sc às 20:41:45
  | Encaminhar Este Post

..::Um Milhão e Sonhos::..

A Disney ainda continua chamando celebridades para promoção dos seus parques (como se eles ainda precisassem disso). Agora as fotos estão com a atriz Rachel Welz (A Múmia e O Jardineiro Fiel), Julie Andrews (Que fez Mary Poppins) e a pequenininha do filme Pequena Miss Sunshine. Aí vão as fotos:

 

Fonte: Cinema Com Rapadura.

Postado por vanessa.sc às 16:59:24
  | Encaminhar Este Post

Humor Atual

Meu Perfil

Links

. Blog do Uol
. Letras de Musica
. Martha Falcão
. Omelete
. Cinema com Rapadura
. Cinemais
. Cinemark
. UFAM


Nome: Vanessa Carvalho

Nascimento: 28 de Janeiro

Signo: Aquário

Cidade: Manaus/Amazonas

Twitter: @Nessasc

Twitter²: @Filmes_Livros

Profissão:

Férias vitalícias. Terminei de escrever um livro chamado "Anos Incríveis" e pelo que parece vai sair mais cedo do que eu pensava, só falta eu deixar de ter preguiça e começar a passar para o computador.




Frase: "Can you put a price on your dreams?"


Gosto:

Eu gosto de estar com as pessoas que gostam de mim, gosto dos meus amigos, são poucos, mas eles são importantes pra mim. Estou apaixonada, muito, e estou muito feliz.Sou desconfiada, ciumenta (apesar de conseguir esconder até que bem isso das pessoas), seletiva nas minhas coisas, não perdoo fácil as pessoas quando me ofendem ou alguém que eu amo, tenho pouca paciência, não posso negar e sou bastante racional, dificilmente me deixo ser levada pelas minhas emoções. Mas sou muito chorona, choro em desenho animado, novela mexicana (FATO), quando estou triste, e também quando estou feliz. Choro em livros (Calafrio foi o último que eu chorei) e adoro escrever.



Odeio:

Injustiça e mentira, acho que essas duas palavras resume bastante como eu sou no cotidiano.




Filme:

Um filme que resume bem meu gosto por tudo na vida é Orgulho e Preconceito... Sim o sarcasmo, pra mim, mostra muito do sentimento não dito entre duas pessoas. Mas eu gosto também de filmes antigos como "Casablanca" e "Bonequinha de Luxo" (Ainda está para nascer alguém como a Audrey linda Hepburn. Gosto de filmes de ação, romance, drama, desenhos. Ainda estou em dúvida em relação às comédias românticas. Acho que elas deixaram o brilhantismo de Meg Ryan e Tom hanks nos anos 80/90, não inovam mais e sempre é aquela mesma coisa chata. Harry e Sally adoro o final do filme. Filmes do momento como a série Harry Potter (Sim, eu gosto), Saga Crepúsculo eu assisto por ter lido os livros, confesso, não espero muita coisa deles, mas são legais, filmes dos anos 80? Clube dos Cinco, Primeiro ano do resto de nossas vidas, Curtindo a vida adoidado, Goonies, Gremlins, e por aí vai...



Música:

Trilhas Sonoras de filmes, eu sou particularmente fã. Mas gosto do "The Fray", do "David Cook" (Ganhador do American idol de 2008), "Bon Jovi" (Always), Ana Carolina, Jota Quest, Skank, Emmerson Nogueira (Todos Mineiros - Adoro o sotaque mineiro), Lulu Santos (Ainda a trilha sonora da minha vida, não tem jeito), e claro, coisas que eu trago ainda da minha adolescência como Backstreet Boys. Músicas dos anos 80, do rock nacional sempre me animam.



Livros Lidos:

Crepúsculo (Saga Completa); Orgulho e Preconceito; As areias do tempo; Saga Millennium, O Clube do Filme, Anjos e Demônios, Calafrio, Feios, A menina que roubava livros, Dançando no ar, Wake.



Livros para Ler:

Fallen, Swoon, Símbolo Perdido, Coração Ferido, A Guardiã da Meia-Noite, Para Sempre, Lua Azul, O legado da Caça-Vampiros, A Princesa e o Gelo, e mais alguns que eu não lembro.



Lendo: Um beijo do destino.








:: Vanessa's Link::





Arquivo

01/11/2010 a 30/11/2010
01/10/2010 a 31/10/2010
01/09/2010 a 30/09/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/06/2010 a 30/06/2010
01/05/2010 a 31/05/2010
01/04/2010 a 30/04/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/02/2010 a 28/02/2010
01/01/2010 a 31/01/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/11/2009 a 30/11/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005

Votação

[Avalie Este Blog]

Indique Este Blog

[Clique Para Indicar]

Visitas

Créditos

[ Layout ]
VICKYS.com.br
VICKYS.com.br

[ Powered by ]

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular