Faz um bom tempo que eu não falo sobre nenhum filme que esteja passando, seja na telinha, seja na telona. Bom, em parte porque ou são filmes que eu já assisti mais de uma vez e comentei, em parte porque eles não merecem ser comentados. Até o final de semana passado.

Estréia nos cinemas o filme “O Procurado”. Para quem não está familiarizado com o nome do filme, o novo filme da Angelina Jolie. Mas, isso pra mim não é tão importante, já que também é o novo filme do James MacVoy (Mr. Tummnus de Nárnia). Eu só posso falar que eu, no fim de semana de estréia assisti três vezes. Eu sei que talvez vocês estarão pensando que isso não é nenhuma novidade, mas a verdade é que SIM eu vejo um filme que eu gosto mais de uma vez, mas não mais de uma vez seguida.

O filme conta a história de um homem de 25 anos com uma vida deprimente, e quando eu falo deprimente pode pensar em empregos mal pagos desgastantes e rotineiros, namoradas infiéis e “amigos” sacanas. O Wess mal sabe que o pai dele é um assassino particular que acaba de ser traído por um dos seus companheiros. Então, quando ele encontra com Fox (personagem da Jolie) sua vida muda radicalmente. Ele passa a ser treinado para ir atrás do traidor e vingar o seu pai, porém quanto mais ele entende do seu “ofício” mais ele descobre que a história que contaram não é bem verdade. Então, desde que descobre realmente o que é a tal Fraternidade, ele precisa escolher em qual lado ele está e seu significado dentro desse lado.

Eu tentei não colocar muito spoilers, como sempre, mesmo querendo contar o filme todo. Então, para isso não acontecer, eu vou falar da parte técnica (mesmo não gostando) do filme. Primeiro: um dos poucos filmes da Jolie que eu posso falar que eu ADOREI. Sim, vocês sabem que eu não gosto muito dela, que eu a acho... Sei lá, mas eu tenho que dar a minha mão à palmatória, ela está brilhantemente sarcástica e cínica neste filme (adorei o personagem). Segundo: James (LINDO) está perfeito. Desde a fase deprimente do Wess até a fase áurea do personagem, ele está brilhante. Sem contar que... MEU DEUS DO CÉU... Ele é LINDO! O personagem é apaixonante, mesmo sendo O fracassado, principalmente quando ele resolve usar o seu sarcasmo, nossa, é simplesmente demais. Terceiro: filme com o Morgan Freeman sempre vale a pena assistir.

Filme “mentiroso” certo? Errado! Sim existe mentira à lá James Bond, mas são totalmente previsíveis e plausíveis. Dá pra agüentar, dentro do universo criado pelo autor do quadrinho, uma pessoal saltar de um prédio a outro e balas que conseguem fazer curvas para desviar de um obstáculo. Isso acontece de maneira natural. Os efeitos especiais são ótimos, quase não os notamos e a trilha sonora, simplesmente outro personagem do filme!

Enfim, um filme perfeito para quem quer ir ao cinema esquecer do mundo fora da sala de projeção e se divertir!

 

Beijos Gelados!

 

Postado por vanessa.sc às 07:44:51
  | Encaminhar Este Post

As coisas acontecem na vida da gente quando têm que acontecer, não tem jeito de ser diferente. E eu, que adoro coisas improváveis, já deveria estar acostumada com essas coisas.

Não é novidade pra ninguém que eu SOU fã de smallville (ponto). Também não é novidade para ninguém que é meu mais antigo caso de amor. Certo, eu também tenho a trilha sonora. E sou completamente apaixonada por Lifehouse! Mas, hoje, sábado à tarde, quando eu estou entrando num momento “casulo” da minha vida, eu coloquei meu fone de ouvido e fiquei escutando música. Quando toca uma das músicas do seriado. Mais precisamente, o tema final do primeiro episódio da 5° temporada da dita série. Foi quando eu realmente parei pra restar atenção à letra da música. Resultado: não parei de escutar até agora.

A música? “Precious – Depeche Mode” (música Clana). Simplesmente volto para a minha vida num momento em que ela se encaixa perfeitamente. Que fala de coisas frágeis e preciosas que precisam ser cuidadas...

Tá isso parece meio carência... Mas e daí? É coisa minha, e POR FAVOR... Não me venham falar: não te preocupa que as coisas vão melhorar – ISSO É UMA TREMENDA IDIOTICE! E muito menos: eu estou aqui se precisar... Sinceramente, se eu quisesse pedir a sua ajuda, já o teria feito. Eu sei que você provavelmente está tentando ajudar, mas se eu não conversei com você... Pode ter certeza: VOCÊ NÃO PODE! Então eu estou apenas... Digamos... Desabafando! Mas não se preocupe, isso passa! Espero

Bom... Vou por alguns trechos da música...

 

Precious and fragile things

Need special handling

My God, what have we done to you?

Angels with silver wings

Shouldn't know suffering

I wish I could take the pain for you

pray you learn to trust

Have faith in both of us

And keep room in your heart for two.

 

Things get damaged,

Things get broken

I thought we'd manage

But words left unspoken

Left us so brittle

There was so little left to give

 

Beijos Gelados!

 

Postado por vanessa.sc às 13:11:37
  | Encaminhar Este Post

PARABÉNS BRASIL!

Postado por vanessa.sc às 10:14:03
  | Encaminhar Este Post

SABE QUANDO A GENTE SE ORGULHA DE SER BRASILEIRO? MESMO ESTANDO COM ESSA MERDA TODA NESSA TAL DE POLÍTICA? É QUANDO A GENTE ASSISTE ESSAS MENINAS SUBIREM AO PÓDIO NO LUGAR MAIS ALTO! O BRASIL É OOOOOOOOOURO GENTE... OOOOOOOURO E ISSO NINGUÉM TIRA DA GENTE! 24/19? ATHENAS? FICOU NO PASSADO, FOI APENAS UM DEGRAU PRA ESSA FESTA.

Beijos Gelados!

Postado por vanessa.sc às 10:05:41
  | Encaminhar Este Post

Moral dos Homens

Os homens bons são feios. Os homens bonitos não são bons Os homens bonitos e bons são gays.  Os homens bonitos, bons e heterossexuais estão casados. 

Os homens que não são bonitos, mas são bons, não têm dinheiro. 

Os homens que não são bonitos, mas que são bons e com dinheiro, pensam que só estamos atrás de seu dinheiro. 

Os homens bonitos, que não são bons e são heterossexuais, não acham que somos suficientemente bonitas. 

Os homens que nos acham bonitas, que são heterossexuais, bons e têm dinheiro, são covardes. 

Os homens que são bonitos, bons, têm dinheiro e graças a Deus são heterossexuais, são tímidos e NUNCA DÃO O PRIMEIRO PASSO! 

Os homens que nunca dão o primeiro passo, automaticamente perdem o interesse em nós quando tomamos a iniciativa. 

AGORA... QUEM NESSE MUNDO ENTENDE OS HOMENS? 

Moral da História: Homens são como um bom vinho. Todos começam como uvas, e é dever da mulher pisoteá-los e mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia pro jantar.

 

Beijos Gelados!

 

 

 

Postado por vanessa.sc às 17:13:13
  | Encaminhar Este Post

Por ELES vale a pena ser brasileiro! Por Ele o Brasil não se lasca não!

Postado por vanessa.sc às 11:27:18
  | Encaminhar Este Post

Enquanto a Warner Bros. resolve criar A REVOLUÇÃO entre os fãs de Harry Potter adiando a estréia de “O Enigma do Príncipe” para julho do ano que vem (realmente eu queria saber o motivo de tudo isso). A produção do filme Twilight ficou com a vaga que o bruxinho deixou no feriado de ação de graças. Bom, bem ou mal, revolução ou não, a culpa com certeza não foi do Edward e com certeza isso será bom para o filme. Eu como gosto das duas sagas (Twilight me pegou de jeito) estou gostando e ao mesmo tempo não.

Ontem assisti Clone Wars – Animação. Tá, eu sei que é animação, criança... Mas o que o George Lucas poderia fazer? Nem o Christensen e muito menos o Ewan estão dispostos a voltar ao mundo criado pelo Lucas, então, é lógico que ele precisava mostrar as Guerras Clônicas (? – Ainda tentando entender esse título, sinceramente) para o mundo. Traduzindo: os eventos entre o segundo e o terceiro filme.

Nas guerras clônicas o Anakin ainda é um aprendiz, mas já “promovido” para cavaleiro Jedi (cuidado isso para quem assistiu aos micro episódios no Cartoon), mas seu grande desejo é sim tornar-se um grande mestre Jedi, mas Kennobi ainda reluta para esse fato, justamente pelo simples fato de Anakin NÃO ter a paciência devida.

Bom, na animação nossa dupla de heróis precisa salvar o filho (?) de Jaba – The Hut (sim, o mesmo que captura nosso querido Han Solo na trilogia original). Então, Anakin agora com uma padwan ao seu pé precisam resgatar o tal monstrinho em um monastério Jedi abandonado. Claro, não é preciso lembrar que enquanto isso acontece, a República se vê encurralada com os “rebeldes” separatistas. Conde Ducan está conseguindo apoio de vários sistemas solares enquanto os Jedi lutam para manter a ordem na galáxia.

Kennobi completamente sarcástico fez a diferença em relação ao humor e eles nunca estiveram tão unidos como agora. Anakin, ainda um homem bom, cria um sentimento de proteção com a Azuca (acho que é assim que se escreve o nome da pirralha). E aqueles robôs magrelos que aparecem nos filmes são o ponto forte da animação. Eles são completamente IDIOTAS... Não, tudo bem, eu sei que robô não tem vida própria, as venhamos e convenhamos, eu nunca vi robôs tão imbecis quanto aqueles.

Foi um evento diferente dos episódios da TV, e pelo que deu a entender, são eventos que estão entre o treinamento do Anakin no sistema Dagobah e o seqüestro do Palpatine (que por enquanto, não mostrou todos os dentes), que é justamente quando termina os episódios da TV. Não sei se o George Lucas irá prosseguir com as animações, mas eu falo Guerras Clônicas teria tudo para ser um sucesso, não sei como ela foi no fim de semana de estréia, mas para os fãs das trilogias I e II, ter umas animações sobre esses eventos seriam bem divertidos.

 

Beijos Gelados!

Postado por vanessa.sc às 10:20:35
  | Encaminhar Este Post

POR ELE... Vale a pena chorar! ^^ Valeu Cielo valeu mesmo na história das Olimpíadas, nossa PRIMEIRA medálha de ouro em Natação

Postado por vanessa.sc às 02:06:44
  | Encaminhar Este Post

 

Beijos Gelados! Fui...

Postado por vanessa.sc às 17:44:00
  | Encaminhar Este Post

Terminei de ler, ontem à noite, Breaking Dawn (Amanhecer – eu acho – em português). Posso falar que ainda estou naquela estranha sensação de tentar entender todos os acontecimentos do livro, pois, ao contrário do que algumas pessoas possam pensar, não é um livro tão fácil de ler. A Stephenie pode não ter conseguido colocar uma grande batalha, mas as emoções envolvidas e a intensidade dos personagens estão longe de ser uma coisa simples. O livro não é uma coisa simples.

Começando pela narrativa, não é uma narrativa fácil, você precisa estar completamente focado para poder entender todas as intenções da autora ao escrever o livro. Algumas coisas, nota-se, que ela se perdeu durante um tempo, mas depois ela acabou conseguindo passar o que ela estava querendo passar. Faltaram grandes cenas de lutas, batalhas, mas sobrou pressão psicológica. Eu saí da leitura completamente exausta mentalmente. Tanto que foi uma das noites mais estranhas da minha vida, não tive um sono tão tranqüilo assim, e olha que eu não sou de se deixar levar pelas circunstâncias, ainda mais de um livro. Eu sempre vi um livro como diversão. Breaking Dawn está longe de ser um livro do qual as emoções sejam fáceis de entender assim em poucas horas. É preciso refletir sobre o conjunto como um todo.

Foi singelo, isso não se pode negar, mas ao mesmo tempo, foi um dos livros mais emocionalmente desgastantes que eu já li. E não por ser triste ou alegre, pelo fato dos personagens serem intensos em cada emoção que passavam para nós. Acho que a Steph, antes de tudo, está de parabéns. Não são todos os autores que conseguem escrever um livro assim. Tão intenso e completamente tão simples. No geral, foi um bom livro sim. Ela deixou a complexidade para as emoções, que no final das contas, são as mais desgastantes. Mas a saga Twilight sempre foi assim desde o começo. Intensa. Agora é parar para pensar, refletir e ver se ao todo, eu gostei mais, ou detestei mais.

Beijos Gelados.

Postado por vanessa.sc às 13:13:24
  | Encaminhar Este Post

Quando você me olha nos olhos
E diz que me ama
Tudo fica bem
Quando você está bem aqui do meu lado
Quando eu te abraço em meus braços
Eu sei que isso é para sempre
Eu apenas quero que você saiba
Que eu nunca quero te ver partir

(Tá, eu sei que é Jonas Brothers e que proavelmente eles são considerados OS EMOS da atualidade, mas que se dane, a música é linda sim, é legal sim e EU GOSTO SIM). Pior que eu lembrei da Bella e do Edward em Lua Nova (pior momento da Bella - até Brealing Dawn)!

Postado por vanessa.sc às 10:46:39
  | Encaminhar Este Post

Terminei o primeiro capítulo do meu livro (imagine só). Estou pensando em como começar o segundo capítulo, já tenho o manuscrito, mas está difícil de transmitir o medo, aflição... Emoção da Manu, mas eu ainda vou pensar direitinho como fazer isso. Ah, Manu é minha personagem principal. Ela mal nasceu e eu já tenho um carinho imenso por ela. E o Lipe... Bem, ele é o herói, não perfeito, porque às vezes perfeição é chata demais, mas ainda assim, um herói. De todos os meus personagens eu gosto mesmo é do Léo (irmão da Manu), ele sim, talvez seja a personificação da perfeição “perfeita” (desculpando o leologismo).

Bom, novo módulo na pós (chato, diga-se de passagem) com uma professora caxias (mais chata ainda), que por conta disto, nos fará ficar até as 17:00 em sala de aula... Será que ao chegar este horário, saberemos ao menos nossos nomes? Não, definitivamente não. Mas enquanto isso não acontece – sábado passado conseguimos enrolá-la – mas eu acho que não conseguiremos fazer isso amanhã. Por isso mesmo, amanhã levarei meu notebook para ficar colocando no PC o meu manuscrito. Até porque, eu amanhã, se a aula ficar chata demais, ficarei lendo Breaking Dawn. Quero logo terminar o livro e me livrar dele. É esperei tanto pela coisa, para no final das contas NÃO gostar muito. O livro em si não é ruim, mas EU que não queria que tivesse acontecido o que aconteceu logo de cara! E eu sabia que o que eu mais gostava na Bella, ou seja, a imperfeição perfeita dela se perdeu com a nova personalidade, além de ela estar se achando (tudo bem, ela ficou melhor em TUDO quando comparada ao Edward, mas ainda assim...). E ela ficou um pouco mais fria (literalmente). Sei lá... Acho que a espera que eu tive que ter fez a coisa toda esfriar um pouco. Mas ainda assim, Edward Cullen, Carlisle Cullen, Bella Swan Cullen são meus personagens preferidos. Claro, sem tirar o lugar de certa Elizabeth Bennet e de certo (e perfeito) Mr. Darcy. Eles NUNCA perderão o lugar deles.

É isso. Eu avancei mais em A Mediadora que em Breaking Dawn (levando em consideração que enquanto lia Breaking Dawn eu terminei o primeiro livro). Continuo afirmando a Suzannah é completamente louca... De uma maneira legal até.

Beijos Gelados!

Postado por vanessa.sc às 19:55:56
  | Encaminhar Este Post

Qual o problema com os autores hoje em dia? Ou melhor, qual o problema com os personagens de hoje? Eu sinceramente acho que seja falta de opção essas garotas de 16, 17 anos se apaixonarem por vampiros, fantasmas, lobisomens e afins. Está faltando humano no mundo só pode!

Brincadeira gente! Eu gosto de histórias assim meio impossíveis, e de quebra um romancezinho básico. Descobri a série “A Mediadora” e terminei de ler o primeiro livro em um dia. É, isso mesmo UM DIA. Ainda não sei bem falar se eu gostei mesmo ou não, mas confesso que me divertiu muito ler o livro. Mas, depois de terminar de ler, eu fiquei pensando nos livros que estão com sucesso... Harry Potter, Crepúsculo, A Mediadora. Todos eles tratam de adolescente e, tirando o fato de Harry Potter ser a história de um garoto em terceira pessoa, e os outros dois de garotas em primeira pessoa, as três séries nada tem a ver uma com a outra e mesmo assim são super parecidas.

Harry Potter fala de uma escola de bruxaria, e mesmo eu tendo tido uma sensação ruim (confesso que pela primeira vez) ao escrever a palavra, a série nada tem a ver com BRUXARIA das feias mesmo, aquelas que levam você a lembrar a inquisição. Crepúsculo... Bem, esse eu não preciso me demorar muito certo? Vampiros, lobisomens? Ah, algum dia na nossa vida, seja quando tínhamos 7, 8, 12 anos, essas criaturas despertaram algum interesse na gente, e A Mediadora? Gente, fantasmas, das três histórias a mais plausível confesso. Claro, mediunidade e tudo o mais, e eu sinceramente acho legal esse lance de falar com os mortos. Sem conta que a Suze é completamente pirada, mas super gente boa. Uma adolescente normal como outra qualquer, só que ela fala, e não só fala como toca também, em fantasmas. Sabem aquela série com a Jennifer Love Hiweth (se é que é assim o nome da menina)? Que ela ajuda fantasmas a fazer os tais assuntos inacabados? Pois é o livro é mais ou menos isso. Eu achei bem divertido e leve para o assunto. Crepúsculo ainda consegue ser mais denso por conta da intensidade do sentimento do Edward e da Bella (diga-se de passagem: PERFEITO).

Já a Suze não, sei lá, ela parecia ser mais normal, ter uma vida mais normal... Bom, e ela tem mesmo. Fico imaginando uma conversa dela com a Bella e o Harry (*rindo muito*) Tá, eu sei que não foi uma imagem lá muito normal...

Eu estou sem postar, eu sei, mas é que eu tenho evitado ao máximo ficar na frente da tela do computador. Tenho tido dores de cabeças homéricas, o que me impede de ficar até mais tarde por aqui... Portanto, perdoem-me turma! Tentarei ao máximo atualizar sempre! Não estou postando muito porque, já viram não é? Aí em cima? Nada de novo...

Beijos Gelados!

(PS: Post Editado, não sei porque não está ficando direito quando eu vou postar)

 

 

Postado por vanessa.sc às 14:54:26
  | Encaminhar Este Post

As coisas estão saindo meio fora de órbita. Enquanto eu penso o que fazer, eu o vejo deitado com a respiração contínua, tranqüila. Seus lindos olhos azuis agora fechados se movem a uma velocidade indescritível. Sinal que está em sono profundo e eu não terei que me preocupar em acordá-lo tão cedo.

Era tão fácil olhá-lo dormindo. Poderia ficar horas, parada, olhando seu belo rosto simetricamente perfeito. Uma perfeição que chega a assustar quem não o conhece. Algumas pessoas o temem por isso. O nariz estranhamente perfeito parece sumir no “conjunto” da obra. Nossa como eu o amo.

Delicadamente levantei da cama. Era injusto, mas eu teria que levantar se quisesse que as coisas estivessem prontas antes das 7 horas da manhã. E também, eu confesso, prefiro esperá-lo lá em baixo, na cozinha, quando ele chega com seu sorriso branco, ofuscando o brilho do sol. E também, porque, mesmo uma pessoa perfeita como ele, acorda completamente de mal humor. E o despertador estava quase para tocar.

Desci e comecei a preparar o café. Hum, o cheiro de café de manhã cedo era minha melhor hora do dia. Antes de enfrentar professores mal humorados e alunos despreparados. Mesmo assim eu gosto de ser professora. É gratificante olhar para os olhinhos brilhantes das crianças. É gratificante olhar para uma criança.

Eu o escuto levantar e ir ao banheiro, até ele descer seria pelo menos uns 45 minutos; FATO: ele demorava mais no banheiro que eu, por isso eu o deixava tomar banho primeiro. Terminei de fazer o café e esquentar o pão. Arrumei a mesa e fui preparar o suco – De Laranja – uma exigência, mas eu poderia me acostumar com isso. Aliás, eu estava louca para me acostumar com isso. Era estranho, tantos anos sozinha e agora...? Ter a pessoa mais atenciosa do mundo ao meu lado. E claro, lembrando-me que posso ser mais humana que o normal. O medo da fragilidade? Passou. Quer dizer, não passou de verdade, mas com ele, como eu já estava lembrando, tudo parecia tão normal, que até respirar se tornava inútil!

Eu o escutei descendo as escadas. Ele com o olhar compreensivo, dizendo que não era preciso tudo isso, mas eu gostava dessas coisas. Gostava de fazer o café, almoço e janta para ele. Aliás, gostava de fazer qualquer coisa que me deixasse mais perto dele.

Ele chegou, com o perfume que eu adorava. Com o jaleco impecavelmente branco. Tomou o café como de costume, e como de costume, me beijou e saiu para mais um dia de trabalho! Eu estava feliz, enfim.

 

Beijos Gelados.

Postado por vanessa.sc às 01:04:01
  | Encaminhar Este Post

Humor Atual

Meu Perfil

Links

. Blog do Uol
. Letras de Musica
. Martha Falcão
. Omelete
. Cinema com Rapadura
. Cinemais
. Cinemark
. UFAM


Nome: Vanessa Carvalho

Nascimento: 28 de Janeiro

Signo: Aquário

Cidade: Manaus/Amazonas

Twitter: @Nessasc

Twitter²: @Filmes_Livros

Profissão:

Férias vitalícias. Terminei de escrever um livro chamado "Anos Incríveis" e pelo que parece vai sair mais cedo do que eu pensava, só falta eu deixar de ter preguiça e começar a passar para o computador.




Frase: "Can you put a price on your dreams?"


Gosto:

Eu gosto de estar com as pessoas que gostam de mim, gosto dos meus amigos, são poucos, mas eles são importantes pra mim. Estou apaixonada, muito, e estou muito feliz.Sou desconfiada, ciumenta (apesar de conseguir esconder até que bem isso das pessoas), seletiva nas minhas coisas, não perdoo fácil as pessoas quando me ofendem ou alguém que eu amo, tenho pouca paciência, não posso negar e sou bastante racional, dificilmente me deixo ser levada pelas minhas emoções. Mas sou muito chorona, choro em desenho animado, novela mexicana (FATO), quando estou triste, e também quando estou feliz. Choro em livros (Calafrio foi o último que eu chorei) e adoro escrever.



Odeio:

Injustiça e mentira, acho que essas duas palavras resume bastante como eu sou no cotidiano.




Filme:

Um filme que resume bem meu gosto por tudo na vida é Orgulho e Preconceito... Sim o sarcasmo, pra mim, mostra muito do sentimento não dito entre duas pessoas. Mas eu gosto também de filmes antigos como "Casablanca" e "Bonequinha de Luxo" (Ainda está para nascer alguém como a Audrey linda Hepburn. Gosto de filmes de ação, romance, drama, desenhos. Ainda estou em dúvida em relação às comédias românticas. Acho que elas deixaram o brilhantismo de Meg Ryan e Tom hanks nos anos 80/90, não inovam mais e sempre é aquela mesma coisa chata. Harry e Sally adoro o final do filme. Filmes do momento como a série Harry Potter (Sim, eu gosto), Saga Crepúsculo eu assisto por ter lido os livros, confesso, não espero muita coisa deles, mas são legais, filmes dos anos 80? Clube dos Cinco, Primeiro ano do resto de nossas vidas, Curtindo a vida adoidado, Goonies, Gremlins, e por aí vai...



Música:

Trilhas Sonoras de filmes, eu sou particularmente fã. Mas gosto do "The Fray", do "David Cook" (Ganhador do American idol de 2008), "Bon Jovi" (Always), Ana Carolina, Jota Quest, Skank, Emmerson Nogueira (Todos Mineiros - Adoro o sotaque mineiro), Lulu Santos (Ainda a trilha sonora da minha vida, não tem jeito), e claro, coisas que eu trago ainda da minha adolescência como Backstreet Boys. Músicas dos anos 80, do rock nacional sempre me animam.



Livros Lidos:

Crepúsculo (Saga Completa); Orgulho e Preconceito; As areias do tempo; Saga Millennium, O Clube do Filme, Anjos e Demônios, Calafrio, Feios, A menina que roubava livros, Dançando no ar, Wake.



Livros para Ler:

Fallen, Swoon, Símbolo Perdido, Coração Ferido, A Guardiã da Meia-Noite, Para Sempre, Lua Azul, O legado da Caça-Vampiros, A Princesa e o Gelo, e mais alguns que eu não lembro.



Lendo: Um beijo do destino.








:: Vanessa's Link::





Arquivo

01/11/2010 a 30/11/2010
01/10/2010 a 31/10/2010
01/09/2010 a 30/09/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/06/2010 a 30/06/2010
01/05/2010 a 31/05/2010
01/04/2010 a 30/04/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/02/2010 a 28/02/2010
01/01/2010 a 31/01/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/11/2009 a 30/11/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005

Votação

[Avalie Este Blog]

Indique Este Blog

[Clique Para Indicar]

Visitas

Créditos

[ Layout ]
VICKYS.com.br
VICKYS.com.br

[ Powered by ]

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular