Era estranho, por mais que eu tentasse entende-la nunca conseguia. Uns momentos ela parecia ser a pessoa mais forte do planeta, no outro, parecia ser mais frágil que uma criança. Eu adorava a versão frágil dela. Sério, ela ficava... Ela... Sem máscara nenhuma, apenas a pessoa meiga, dócil e gentil que eu conheço. Porém, às vezes ela me assustava. Como estava sendo naqueles últimos dias. Alguma coisa estava acontecendo que ela não estava querendo me falar. Ela dizia que não estava acontecendo nada, mas ela estava fria, distante e... Arrogante comigo. Tudo bem que as pessoas falavam que era complicado entende-la, mas ela nunca havia se comportado daquela forma comigo... Não até aqueles últimos dias.

Um amigo dela, na verdade o melhor me falou que era porque ela estava com medo... Mas, medo do que? Confusa com o que? Sinceramente, isso nela eu acho que nunca entenderei direito, mas enfim...

De repente foi como se quisessem arrancar meu coração do meu peito. O telefone tocou e eu atendi. Estava na esperança que fosse ela, para me falar de alguma novidade do trabalho dela, já que ela sempre faz isso, mas não. Quer dizer, era ela, mas ela estava estranha. E mais fria que o costume. Ela veio me falar que pensou melhor (pensou melhor - ¿ -  Como assim?) e que não iríamos mais nos encontrar. Que era melhor eu simplesmente viver minha vida, pois a dela estava muito melhor sem mim.

Ok, tudo bem que ela era fria e tudo, mas essa atitude nunca seria de espontânea vontade, quer dizer, eu não podia acreditar que isso era de espontânea vontade. Não podia ser. Quer dizer, no dia anterior estávamos combinando de sair para ir para algum lugar... Que droga era que estava acontecendo agora?

- Julia, você não pode estar falando sério! Você não pode estar jogando fora tudo o que a gente tem.

- “A gente”? – Notei que a voz dela estava tremida, ela também estava nervosa. – Não existe “a gente”, nunca existiu será que você nunca notou isso? – Por mais que as palavras dela estivessem me matando, eu mantive minha calma.

- Bem, é isso mesmo que você quer, não é?

Houve uma pausa no telefone, daquelas que você prefere a morte sob tortura que alguns segundos de silêncio.

- É! – A voz dela quase não saiu. Desliguei o telefone sem me despedir. Mas alguma coisa estava estranha naquilo. Na mesma hora liguei para o melhor amigo dela para saber o que estava acontecendo. Se havia alguém no mundo que sabia o que estava acontecendo, esse alguém era ele.

- João... O que aconteceu com a Julia?

- Não aconteceu nada.

- João, eu sei que você é amigo dela, e eu sei também que você gosta dela. Mas se você não me falar o que está acontecendo, eu juro cara, juro que em cinco minutos eu estou ai na sua casa...

- Pedro, esqueça dela... A Julia não é o tipo de pessoa que se fixa num só lugar...

- O que você quer dizer com isso?

- Olha cara... Que seja, posso perder a amizade dela, mas parece que você realmente gosta dela apesar de tudo. A Julia tem medo de se envolver mais profundamente com uma pessoa. Ela não é má, apenas faz de tudo para afastar todo mundo que pode vir a ter um sentimento maior que uma simples amizade com ela.

- Ela não afastou você...

- Ela não gosta de mim Pedro. Ela se afastou de você, porque ela ama você.

Eu juro que fiquei sem fala quando ele me falou aquilo. Não esperava que fosse isso. Ela me ama... Mas então, porque ela terminou tudo comigo? ... Claro... Droga, eu cego de amor não notei o quanto ela estava assustada, lógico...

- João, onde ela está agora? – Eu estava quase gritando ao telefone.

- Pedro...

- JOÃO, se você realmente é amigo dela, ME DIGA ONDE ELA ESTÁ AGORA?

- Ela está indo para o aeroporto. Vai para o exterior. O vôo dela sai às 4 da tarde.

Eu nem agradeci ao João. Sai correndo de casa com a roupa do corpo para o aeroporto. A minha sorte era que era domingo e domingo quase não há transito (com muita sorte, claro). Mas parece que as coisas estavam ao meu favor. Cheguei eram dez minutos para as 4, ela deveria começar a embarcar agora. Eu precisava ser mais rápido possível. Deixei o carro de qualquer maneira, não me importei com os apitos do guarda de transito que estava furioso comigo. Sai correndo para o portão de embarque. Era fácil havia apenas uma única companhia aérea que fazia, num domingo a tarde, vôo internacional. Eu corri e a avistei, na fila para o embarque. Corri mais ainda e deu tempo de puxá-la da fila... Ela a princípio parecia assustada... Ela estava linda, mas melancolicamente triste.

- O... O que você está fazendo aqui? Acho que já fui bem clara...

- Eu sei o motivo pelo qual você fez aquilo... – Falei sem esperar que ela terminasse. Eu estava cansado, ofegante, mas nunca havia estado mais feliz em toda a minha vida.

- Você... Você não sabe de nada. Você nunca entendeu nada. Você vive no seu mundo perfeito e esquece de olhar ao seu redor, você sempre foi assim, vive no mundo da lua...

- Por que você está fazendo isso? – falei calmo. Isso parece que resolveu, porque ela se calou e ficou de uma maneira estranha... Me olhando como se eu fosse falar a coisa mais obvia do mundo.

- Is-isso o que?

- Fugindo! Você está fugindo... De mim – Falei arriscando me aproximar mais. Notei que os olhos dela começaram a tremer... Estranho ver os olhos de uma pessoa tremendo. Ela desviou o olhar. – Por que você desviou o olhar? – Eu provavelmente estava mais nervoso que ela, mas de alguma forma estava conseguindo manter minha aparente calma. – Ju... Olhe pra mim, por favor!

- Pare com isso...

Eu não escutei o que ela estava falando. Toquei no seu rosto. Ela estava tremendo e suando frio demais. Eu sorri instintivamente. Essa reação era a reação que eu estava esperando há muito tempo. Eu fiquei afagando seus cabelos com minhas mãos...

- Pedro, por favor...

- Julia, você não tem que ter medo. Você sabe que eu jamais...

- Ele também falava isso pra mim... NUNCA FALE ISSO PRA MIM...

- Ju... Eu não sou ele... Não sou ele... Não sou...

No dia seguinte, não fui trabalhar. Estava ocupado demais amando a pessoa que conseguiu roubar meu coração completamente.

Postado por vanessa.sc às 20:38:07
  | Encaminhar Este Post

Vivemos esperando Dias Melhores...

Desde que eu comecei a trabalhar, mal tenho tempo de atualizar meu blog, mas prometo tentar deixá-lo atualizado o melhor possível. Mas o fato é que eu ando tendo saudades demais das pessoas com as quais eu me apeguei nessas semanas que MEUS AMIGOS (são mais que apenas “equipe de apoio”) voltaram para as suas casas. Bom, o que me consola é que eu sei que agora eles estão com suas famílias e amigos e estão matando a saudades (o que eu sei que doi demais, ainda mais se for de família). Certo, eu tenho ainda que falar pra vocês sobre os últimos filmes que eu andei assistindo no cinema como Velozes e Furiosos 4, Dragon Ball e Watchman (sim, eu assisti). Mas eu realmente agora, neste exato momento da minha vida, não ando querendo falar sobre filmes (sim, não se preocupem, ainda sou eu rs). Quero apenas deixar uma grande homenagem a essas pessoas que chegaram caladinhas, quietinhas, e no final das contas acabaram se tornando pessoas das quais eu sempre vou lembrar (por mais que seja difícil, muito difícil eu rever algumas delas – e eu acho que é por isso que eu ando meio desanimada esses dias).

Beijos Gelados

Amigos – Vinícius de Morais.

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o amor que lhes devoto e a absolutanecessidade que tenho deles. A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor,eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade. E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. Mas, porque não os procuro com  assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.Muitos deles estão ouvindo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure. E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo! Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo. Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.

Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer... Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

A gente não faz amigos, reconhece-os.

Postado por vanessa.sc às 12:18:50
  | Encaminhar Este Post

Tudo bem que essa tal de “crise mundial” vem acabando com a saúde física ( e em até alguns casos mental) de algumas pessoas, mas tem coisa que não dá para deixar passar em braco. Há algum tempo, venho lendo nos vários sites de cinema coisas do tipo: Holliwood afetada pela crise, parte para os remakes. Tá, tudo bem... Até acho que o que é bom é pra ser copiado (será?).

Bem, mas o fato é que tem coisas que simplesmente NÃO dá pra engolir. Querem um exemplo? Aos que tem pelo menos 25 anos vão me entender: Vocês imaginam um “Marty Mcfly” feita por outra pessoa que não seja o Michael? Não dá né? Bom, depois que eu vi que “Karatê Kid” vai ter um Rameke com o filho do Will Smith (que até aí dá pra aturar) com o Jack Chan fazendo o papel to Pat Morita e que o filme NÃO iria se chamar “Karatê Kid” dá pra ver que as coisas estão realmente perigosas por aquelas bandas. Afinal de contas, até que o filme, mesmo sendo um cult dos anos 80 não chega aos pes de um “Goonies”, “Gremilins”, ou até mesmo o próprio “Back to the Future”.

Agora, chegar no CCR e ler que ZAC EFROM (é aquele que fica pulando feito perereca nos filmes da Disney) quer viver Luke Skywalker na nova série que o Lucas está produzindo é demais para a minha cabeça. Alias, ler que George Lucas que transformar em uma série os filmes já não passou pela minha garganta, que dirá tendo essa perereca como LUKE! Não gente, não dá pra entender esse povo. Primeiro o cara surta de vez querendo estar em Piratas do Caribe 4 (tipo... Não sabia nem que o povo tava pensando em fazer um quarto filme), depois que vai ser Johnny Quest no cinema (Benton me socorre) agora isso? Sinceramente, isso vai ser uma puta de uma ofensa que o Lucas irá fazer com a gente... Seguidores fiéis do código Jedi. Não gente, na boa... Não dá nem pra imaginar aquela criatura usando o sabre de luz, quanto mais tendo que usar a força!. Sinceramente tem coisas que não dá pra entender desse povo não.

Beijos Gelados (Em novembro, a temperatuda do beijo irá mudar para gostosos 52 graus – FATO)

Postado por vanessa.sc às 21:02:05
  | Encaminhar Este Post

Postado por vanessa.sc às 13:30:59
  | Encaminhar Este Post

Humor Atual

Meu Perfil

Links

. Blog do Uol
. Letras de Musica
. Martha Falcão
. Omelete
. Cinema com Rapadura
. Cinemais
. Cinemark
. UFAM


Nome: Vanessa Carvalho

Nascimento: 28 de Janeiro

Signo: Aquário

Cidade: Manaus/Amazonas

Twitter: @Nessasc

Twitter²: @Filmes_Livros

Profissão:

Férias vitalícias. Terminei de escrever um livro chamado "Anos Incríveis" e pelo que parece vai sair mais cedo do que eu pensava, só falta eu deixar de ter preguiça e começar a passar para o computador.




Frase: "Can you put a price on your dreams?"


Gosto:

Eu gosto de estar com as pessoas que gostam de mim, gosto dos meus amigos, são poucos, mas eles são importantes pra mim. Estou apaixonada, muito, e estou muito feliz.Sou desconfiada, ciumenta (apesar de conseguir esconder até que bem isso das pessoas), seletiva nas minhas coisas, não perdoo fácil as pessoas quando me ofendem ou alguém que eu amo, tenho pouca paciência, não posso negar e sou bastante racional, dificilmente me deixo ser levada pelas minhas emoções. Mas sou muito chorona, choro em desenho animado, novela mexicana (FATO), quando estou triste, e também quando estou feliz. Choro em livros (Calafrio foi o último que eu chorei) e adoro escrever.



Odeio:

Injustiça e mentira, acho que essas duas palavras resume bastante como eu sou no cotidiano.




Filme:

Um filme que resume bem meu gosto por tudo na vida é Orgulho e Preconceito... Sim o sarcasmo, pra mim, mostra muito do sentimento não dito entre duas pessoas. Mas eu gosto também de filmes antigos como "Casablanca" e "Bonequinha de Luxo" (Ainda está para nascer alguém como a Audrey linda Hepburn. Gosto de filmes de ação, romance, drama, desenhos. Ainda estou em dúvida em relação às comédias românticas. Acho que elas deixaram o brilhantismo de Meg Ryan e Tom hanks nos anos 80/90, não inovam mais e sempre é aquela mesma coisa chata. Harry e Sally adoro o final do filme. Filmes do momento como a série Harry Potter (Sim, eu gosto), Saga Crepúsculo eu assisto por ter lido os livros, confesso, não espero muita coisa deles, mas são legais, filmes dos anos 80? Clube dos Cinco, Primeiro ano do resto de nossas vidas, Curtindo a vida adoidado, Goonies, Gremlins, e por aí vai...



Música:

Trilhas Sonoras de filmes, eu sou particularmente fã. Mas gosto do "The Fray", do "David Cook" (Ganhador do American idol de 2008), "Bon Jovi" (Always), Ana Carolina, Jota Quest, Skank, Emmerson Nogueira (Todos Mineiros - Adoro o sotaque mineiro), Lulu Santos (Ainda a trilha sonora da minha vida, não tem jeito), e claro, coisas que eu trago ainda da minha adolescência como Backstreet Boys. Músicas dos anos 80, do rock nacional sempre me animam.



Livros Lidos:

Crepúsculo (Saga Completa); Orgulho e Preconceito; As areias do tempo; Saga Millennium, O Clube do Filme, Anjos e Demônios, Calafrio, Feios, A menina que roubava livros, Dançando no ar, Wake.



Livros para Ler:

Fallen, Swoon, Símbolo Perdido, Coração Ferido, A Guardiã da Meia-Noite, Para Sempre, Lua Azul, O legado da Caça-Vampiros, A Princesa e o Gelo, e mais alguns que eu não lembro.



Lendo: Um beijo do destino.








:: Vanessa's Link::





Arquivo

01/11/2010 a 30/11/2010
01/10/2010 a 31/10/2010
01/09/2010 a 30/09/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/06/2010 a 30/06/2010
01/05/2010 a 31/05/2010
01/04/2010 a 30/04/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/02/2010 a 28/02/2010
01/01/2010 a 31/01/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/11/2009 a 30/11/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005

Votação

[Avalie Este Blog]

Indique Este Blog

[Clique Para Indicar]

Visitas

Créditos

[ Layout ]
VICKYS.com.br
VICKYS.com.br

[ Powered by ]

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular