Geralmente as pessoas mais novas estão acostumadas a ver momentos históricos através de seus livros de colégio e coisas assim. Mas e quando você é uma pessoa que testemunhou tal fato? Imaginem as pessoas que presenciaram, mesmo que distante aos eventos da segunda guerra mundial ou suas conseqüências? E aqui no Brasil? Você já parou para conversar com as pessoas que vivenciaram os eventos da ditadura? As histórias que eles têm pra contar? De como estava o clima do país naquela época?

Eu, não sou assim tão velha [sim, nasci na ditadura, mas não vivi nela, podemos dizer assim], mas confesso que já presenciei algumas coisas que para os mais novos que eu, são coisas que só acontecem em livros.

Querem um exemplo? Eu vi, pela televisão, ao vivo, as diretas já! Sim, não vivi na ditadura, mas vi o seu final, vi quando os jovens foram às ruas para pedir eleições diretas e quando Tancredo Neves foi eleito [e logo depois morto] e vi José Sarney ser “eleito” presidente. Enfim coisas que hoje são passagens da história não tão antiga do meu país.

Mas não foi do Brasil que eu vim falar. Eu agora, estava vendo um documentário sobre o muro de Berlim [é, aquele lá da Alemanha que rendeu alguns filmes sobre a Guerra Fria] e logo me veio à cabeça 1989. Para alguns é só um ano, para outros, significou reencontrar sua liberdade. Alguns acham que a Guerra Fria não foi nada demais além do que jogos de interesse. Não, a meu ver foi uma das piores “guerras” que existiu, pois ela não era declarada. Sim, houve jogos de interesses, sim, havia aquele que simplesmente tentava ignorar sua existência, mas todos sabiam, principalmente aqueles que estavam rodeado dela, que a coisa era bem pior. Pessoas desapareciam sem mais nem menos, havia um clima pesado no mundo oriental e ocidental. E para provar isso, havia aquele muro no meio de Berlim dividindo a Alemanha em duas.

Bem, eu não estou defendendo aquele país, mas venhamos e convenhamos, você ter que TODOS os dias ver sua cidade terminar num muro onde pessoas morriam todos os dias, pior, escutar tiros do outro lado dele, é complicado, eu fico imaginando como as pessoas não viviam naqueles dias.

Bom, o certo é que num dia qualquer de 89 eu escutei o Pedro Bial, é aquele mesmo do BBB [Que decadência, sinceramente], entrar ao vivo na Globo e falar com todos os pulmões que o Muro estava sendo demolido. Eu lembro que essa notícia foi capa dos principais jornais durante algum tempo. Eu não lembro direito do ocorrido depois, mas eu lembro perfeitamente, que havia pessoas em cima do muro, pulando, gritando, comemorando. Na época eu apenas achei “legal” e tudo, mas hoje eu vejo... E penso... “Nossa, isso vai sim ser assunto para sempre”. Quer dizer, foi o marco de que o tal regime comunista acabou e o engraçado é que a coisa toda foi da noite para o dia. Num dia você estava vivendo dentro de um regime autoritário e no dia seguinte, a liberdade.

Caramba, isso deve pirar a cabeça das pessoas. Foram 25 anos de um regime autoritário e pessoas que se acostumaram com uma coisa, não aceitam com bons olhos quando ocorre uma coisa assim tão distinta. Faz 20 anos que isso aconteceu, 20 anos que o muro caiu [ou foi derrubado, que seja] e ainda hoje, nós vemos um país tentando se adaptar a essa nova realidade. Um momento histórico não se faz em alguns anos, talvez levará mais algumas décadas para que as pessoas entendam o que realmente aconteceu naquela noite de forma clara e precisa, e ainda assim elas vão simplesmente achar que foi uma coisa distante delas.

Esse ano também a Segunda Guerra está completando 70 anos... E eu sempre que vejo alguma coisa tenho uma sensação de que foi tudo apenas um sonho, mas existiu mesmo. Às vezes, eu penso que Hitler simplesmente é um mero personagem, que ele não existiu, que foi inventado, mas não. Ele realmente existiu, ele fez tudo aquilo. Creio que para quem não presenciou a queda do muro tenha a mesma sensação. Mas sim, ele existiu...

Coisas que somente a história mostra pra gente!

Beijos mais que quentes.

ADENDO: Eu juro que tentei colocar umas imagens, mas essa porcaria de servidor resolveu frescar com a minha cara! FATO.

Postado por vanessa.sc às 08:16:38
  | Encaminhar Este Post

Bem, todos vocês sabem o quanto eu sou apaixonada por filmes. E todos vocês sabem também o quanto eu sou enlouquecida por livros! Imagina então juntar os dois numa só coisa. E vejam eu não estou falando aqui de algum livro que virou filme. Mas de um livro que fala sobre filmes. Eu sei que existem muitos por ai, mas quase sempre eles deixam a desejar.

Imaginem agora, um livro escrito por um crítico de cinema? Bem, claro pode-se pensar “Ah nada mais natural, afinal o cara é crítico de cinema” certo? Errado, existem muitos críticos de cinema que eu não dou um vintém furado pelas suas críticas.

Muito me surpreendeu quando o Joao (amigo de trabalho) chegou me mostrando um livro novo chamado “O Clube do Filme”. Pelo título eu já fiquei interessada, mas nada demais, afinal de contas, era fácil demais escrever sobre cinema, ainda mais se o autor for um crítico. Mas quando eu abri o livro e me deparei com a verdadeira história do livro, foi que eu vi que simplesmente era muito mais que um simples livro com críticas cinematográficas de alguns filmes vistos.

O livro conta a história do  David e de seu filho Jesse, durante os três anos que este ficou sem freqüentar o colégio. Sim, foi uma coisa que 99% dos pais criticariam, mas no caso do Jesse, eu acabei por concordar com o David. Ele tirou o filho o colégio e assim começou uma educação diferente para o filho. Através dos filmes escolhidos por ele, David mostrou ao Jesse como recuperar a auto-estima e conseguiu o que poucos pais conseguem, a amizade do filho e as portas abertas para o mundo adolescente.

Quase sem regras, Jesse e David sentavam na poltrona de casa e assistiam aos mais variados filmes, de Showgirls até O poderoso chefão. Passando por Woody Allen e Kubrick. Ao mesmo tempo, David viu seu filho amadurecer. Passar pro problemas típicos de adolescente, como ter uma namorada, se apaixonar por ela, ela terminar e ele ficar na merda por conta disso. Ter medo de que a sua decisão estivesse levando seu filho a desordem total de uma vida sem futuro ou coisa do tipo.

Quando eu comecei a ler o livro, confesso que foi simplesmente pelas críticas dos filmes que eles estavam assistindo juntos, mas com o passar das folhas, eu simplesmente esqueci os filmes e me liguei mais na história de pai e filho. A forma como o David escreveu mostrou-os de maneira tão transparente que você sente que os conhece tão bem quanto as pessoas que estão morando em sua casa. Você começa a simpatizar com o Jesse, e o acaba achando um garoto fantástico com um grande futuro pela frente. E o David, simplesmente... Você acaba querendo conhecê-lo.

O ruim e o mais engraçado de ler uma biografia, é que você passa a achar que conhece o autor de maneira tão bem que se sente parte da família dele. É mais ou menos isso que acontece no caso do David. Ele parece ser uma pessoa tão centrada que simplesmente você o admira. E suas críticas, ou melhor, na verdade ele conta a sua opinião sobre os filmes, são as melhores que eu já vi em toda a minha vida. Olha, para alguém me despertar o interesse para os filmes do Woody Allen precisa ser MUITO bom, essa é que é a verdade, como ele mesmo deixou claro, os trabalhos do Woody parece que são tarefas de casa feitas as pessoas. E que mesmo sendo “Os reis do Ie ie ie” você gosta e tem vontade de ver os filmes. Além claro dos clássicos como “O Exorcista” e “O Poderoso Chefão”. E que passa a achar que Marlon Brando teve lá sua importância para o cinema! [Por favor, não me matem, é apenas minha sincera opinião que tirando um ou dois trabalhos do Brando, ele não era assim tão bom].

O que eu acho que foi mais legal nisso tudo, foi ver a relação pai/filho – filho/pai. Difícil ver duas pessoas, ainda mais sendo parentes, tão amigas como eles dois. Muitos tentam, poucos conseguem fazer com que os filhos tenham tanta confiança neles, que sejam capazes de contar que cheiraram cocaína a noite inteira e aceitar as represálias numa boa sem questionar nada! Eu lhes digo que isso seja praticamente impossível. Mas com o David a coisa soava tão natural que foi exatamente o que aconteceu.

Leiam o livro e tentem assistir aos filmes [engraçado que alguns deles são meio difíceis de achar pela sua natureza] em sua maioria, disponíveis para a locação. Mesmo os que vocês já estão cansados de assistir. Garanto que será com outros olhos que vocês assistirão.

Beijos mais que quentes.

ADENDO: Segue um link de quando eles estiveram no Brasil na Livraria Cultura para o lançamento de seu livro.  Para ver o vídeo basta clicar aqui

Postado por vanessa.sc às 17:37:16
  | Encaminhar Este Post

É, a onda de “bizzarrices” do cinema não parou, e pelo visto parece que vai demorar um bom tempo para terminar.

Ontem mesmo eu escrevi falando do remake (¿) de Highlander, não foi? Bem, hoje saiu no site Omelete (sempre ele), vai sim, haver um remake de “A Mosca”. Sinceramente, vamos fazer um jogo? Quem dá mais? Qual próxima produção (acertada nos primórdios da coisa toda) será vítima de um remake? Atenção o ganhador ganha de brinde a escolha de NÃO assistir ao tal remake... Que tal? Enfim, o consolo desta vez, é que o mesmo diretor do filme de 86, ou seja, o Sr. David Cronenberg estará envolvido na produção, então, provavelmente a coisa não irá ser assim tão tosca.

Agora a coisa que mais tem feito meus cabelos ficarem em pé é a onda de filmes baseados em brinquedos (Sim, alguns porque eu estou esperando até hoje a novela chamada “He-Man” terminar e nada). Tivemos a bem sucedida produção Transformers que trouxe ao nosso conhecimento a esquisita (mas não menos bonita) Megan Fox e o reconhecimento de Shia LaBeouf, que sinceramente já não era sem tempo. Tivemos GI Joe, ou como os mais antigos (como eu, por exemplo) preferem chamar “Comandos em Ação” que já está na pré-produção para a continuação (Ainda não esqueço a participação especial do Brendan Fraiser no filme), mas vamos combinar uma coisa? Não são todas as coisas que servem de inspiração para uma versão Live – Action (Ou simplesmente com atores de verdade). Querem um exemplo bizarro? Que tal você levar sua filha para assistir ao filme, isso FILME da Barbie?

Sabe-se que a bonequinha loira de olhos azuis completou 50 anos não tem muito tempo, que gerações e gerações de meninas brincaram com ela e tudo o mais, agora, ela virar filme? Sinceramente, eu não vejo algo assim de tão extraordinário para ser digno de um filme. E eu não estou falando isso porque sempre detestei brincar de boneca, mas porque, ao imaginar um filme da Barbie, só me vem à cabeça uma produção no estilo “Meninas Malvadas” do mundo fashion. Porque, sinceramente, a Barbie nada mais é do que uma boneca fashion... Mesmo com os vários clássicos mundiais feitos em desenhos animados. Nada me tira da cabeça que o filme será uma demonstração de roupas, meninas frescas e coisas afins dos anos 2000. Mas enfim, é esperar para ver. Eu estava cética em relação à Transformers, talvez eu me surpreenda com esse filme também! Vamos ver só.

Sinceramente, com tudo isso, eu daria tudo para saber o que o David Gilmour está pensando! Fico feliz por ele ter escrito o Clube do Filme antes dessa onda toda, acho que se fosse agora, ele pensaria mil vezes em escrever um livro que fala de filmes!

Beijos mais que quentes!

Postado por vanessa.sc às 13:32:46
  | Encaminhar Este Post

Bem, ontem, conversando com a Bel eu falei do meu temor de um remake de “Casablanca” [confesso que até ficamos tentando ver quem, dos atores modernos, seria capaz de interpretar Rick tão perfeitamente perfeito como o Humphey – Acabamos por ficar entre três ou quatro nomes SEM JOHNNY DEEP].

Agora, neste exato momento acabei lendo que sim, terá outro filme escolhido para remake... Bem, felizmente não é Casablanca, mas Highlander – o estranho é que ele nem é assim tão velho, mas para quem está vendo o remake de Karate Kid, nada mais normal.

Highlander... O filme do “Só pode haver um” [sério esse filme me lembra a Rainha de Copas de Alice no País das Maravilhas com o seu famoso “contem-lhe a cabeça”] que terá a dupla de Fast and furious 4 como responsáveis. Tá, foi um dos filmes mais legais da série (esquecendo que houve o segundo obviamente), mas eu sinceramente não sei. Poxa, no primeiro filme tínhamos Sean Connery caramba...  Vai ser bem difícil substituí-lo!

Outra coisa bem interessante que eu li [ah sem esquecer, todas as informações foram do site OMELETE] é que a hospedeira da Steph vai sim virar filme. Quer dizer, eu odeio isso, mas com uma série pré-adolescente de vampiros e um livro adulto, a “tia Steph” já tem todos os livros com os direitos comprados para ir para a tela grande. Lembrando que The Host (como, por enquanto, é conhecido o livro) ainda não tem a versão em português, mas a Editora Intriseca, vai lançar o livro agora em outubro. O diretor do filme foi o mesmo que dirigiu Gattaca [que estranhamente eu estava assistindo outro dia] e escreveu o Show de Truman. Ainda não há estúdio vinculado, mas sabe-se que a Steph vai estar presente na produção.

A hospedeira é uma história totalmente diferente de crepúsculo, mas que ainda assim pode ser considerada Ficção Científica já que trata do tema: Extraterrestres. É esperar para ver.

Postado por vanessa.sc às 18:16:33
  | Encaminhar Este Post

É incrível o descaso que o brasileiro tem para as coisas próprias. “São sem qualidade” afirmam a maioria das pessoas, mas elas ficam tristes quando o Brasil perde algum prêmio importante. Sim, é público e notório que eu não sou tão fã assim da literatura nacional, ou melhor, tirando alguns poucos romances, a literatura nacional é um tanto monótona em minha singela opinião. Mas quando se trata do cinema, bem, as coisas aí mudam um pouco de figura. Visivelmente, o cinema nacional tem mostrado que pode fazer obras primas, dignas de todos os prêmios existentes no planeta. Mas, as pessoas não dão valor a isso... Pelo menos aqui em Manaus [o que me deixa bem triste com isso].

Budapeste (que eu não assisti) ficou míseros três dias em cartaz em apenas UM cinema. Eu lembro que na época eu fiquei com muita raiva, pois no dia que eu iria assistir não deu para ir, e eu não lembro direito o motivo.

Ontem, estreou, enfim, “Tempos de Paz” com o Tony Ramos e o Dan Stubach. E eu vou lhes falar uma coisa, o que eu vi na tela de cinema, não foi um filme e sim pura e mágica poesia. O filme se passa, basicamente, dentro de um porão empoeirado entre duas pessoas, mas o brilhantismo do roteiro e a magia das interpretações tornam o filme tão interessante que você simplesmente esquece que os personagens não saíram de lá.

O filme se passa em 1945 logo após o final da Guerra, onde pessoas de toda a Europa, vieram para o Brasil para fugir da fome, das perseguições e de toda a desgraça que estava assolando a Europa naqueles tempos. E um dos passageiros, precisa provar que merece ficar no país para o responsável pela alfândega. Ele terá apenas 10 minutos para provar para ele que TEM que ficar no Brasil. E ai que começa a magia do filme. A pureza do coração do personagem do Dan... Nossa, a intensidade do texto que ele teve que fazer, juntamente com a sua interpretação, mostram que o filme vale a pena! Falar de Tony Ramos é a coisa mais difícil que se tem para fazer, porque ele vai da comédia [Vide Se eu fosse você] para o drama num piscar de olhos e isso sem fazer nenhum esforço sequer. A troca de olhares que ele e o Daniel Filho fazem em um determinado momento do filme, fez meu coração bater forte. Somente monstros da interpretação nacional teriam condições de fazer aquilo. O Daniel filho, se fala três frases no filme todo é muito, mas somente pelo olhar, somente a expressão do rosto dele, já deixa transparecer toda a angústia e a sensação de inutilidade que o personagem está sentindo.

A poesia que o Dan recita em determinada passagem da história, é tão atual que você se prende ao filme mesmo se forçando a não fazê-lo.

Agora, por que eu comecei essa crítica falando do descaso que o brasileiro faz ao cinema nacional? Fora eu, havia três pessoas dentro do cinema, eu senti que aquela sessão foi criada especialmente para mim. Quando eu saí, vi que algum outro filme estava terminando, e pela faixa etária das pessoas que estavam saindo da sala eu conclui que seria UP – Altas aventuras. Não desmerecendo a Pixar, claro. Steve Jobs fez um ótimo trabalho por lá, mas é público e notório que as pessoas preferem coisas estrangeiras as nacionais.

Fica a dica, VÃO AO CINEMA. VÃO ASSISTIR “Tempos de Paz”. Aos mais sensíveis, se perceberão chorando quando menos esperarem. E não esqueçam... O Brasil precisa de braços fortes para a agricultura.

Beijos mais que quentes!

Postado por vanessa.sc às 07:36:02
  | Encaminhar Este Post

Tantas coisas se passam pela minha cabeça que eu sinceramente não sei como colocá-las em “prática”. Na verdade eu não sei bem sobre o que escrever sério. Algumas coisas boas outras ruins outras... Bem... Ótimas, que eu sinceramente fico pensando, pensando, pensando e não sei como fazer isso.

Na verdade, são apenas coisas legais que como sempre eu gostaria de compartilhar com vocês. Outro dia, por exemplo, alguém me fez sorrir, mas sorrir mesmo, sem aquela de sorrir apenas para mostrar aos outros que eu ainda sabia fazer isso. Não, eu sorri mesmo, sem nem ao menos sentir.

Já outro dia, eu queria matar outra pessoa, rs... Engraçado como as emoções das pessoas são. Mas, outra hora eu volto aqui para compartilhar esse segredo com vocês!

Beijos mais que quentes!

Postado por vanessa.sc às 07:57:30
  | Encaminhar Este Post

Ontem eu estava pedindo alguma coisa pra que pudesse se transformar em um texto para cá, mas sinceramente, não pensei que fosse ser uma coisa assim tão triste, pelo menos pra mim.

Bom, vamos lá, e eu lhes digo, o que sair aqui, será uma coisa da mais pura emoção e nada mais que isso. Em 1987, um filme independente [na época] chega aos cinemas com várias críticas contra e nenhuma a favor. Um filme dançante onde um homem mais velho professor de dança se envolve emocionalmente com a sua aluna. Aluna esta que estava com a família, nas tão famosas férias de verão. Esse filme, logo se tornou um sucesso, graças a sua trilha sonora, ao seu texto leve e ao eterno clima de romance no ar. E também, obviamente, graças ao tal professor de educação física que, na época, se tornou o sonho de consumo de 11 entre 10 adolescentes do planeta. A sua coreografia, sua dança rodou o mundo lotando academias. Todos queriam dançar igual ao tal professor de dança.

Bem, o “tal” professor ganhou fama depois disso, ele protagonizou filmes com ad vez mais sucesso até explodir em sensualidade e romantismo em Ghost. Bem, nessa altura do campeonato vocês já devem saber que eu estou falando do Patrick Swayze, que vinha lutando contra um câncer de pâncreas, há mais ou menos um ano. Vimos claramente ele emagrecer a olhos vistos a cada dia, em decorrência do tratamento [sério, não sei o que é pior, você encarar uma quimioterapia ou encarar as dores homéricas que as células cancerígenas fazem você ter], que me faziam sempre sentir certo mal estar de vê-lo naquele estado.

Eu, sinceramente, meio que fiquei aliviada, até certo ponto, por saber que ele enfim conseguiu descansar. Eu não desejo isso para o meu pior inimigo, acho que ninguém merece ter algo parecido com o que ele teve. Mas por outro lado... O filme mal fez 20 anos de exibição e já se tornou um clássico. Não somente por ter sido um filme Cult dos anos 80, mas porque agora, sinceramente, ele vai ser o filme que melhor expressou o talento dele. E vejam, ele também sabia cantar! E dançar e pasmem... Interpretar, muito bem por sinal. Jogue a primeira pedra a mulher que não sonhou em estar no lugar da Jenniffer (Grey) na cena em que eles dançam no loft dele.

Agora, eu estou com medo, sim estou morrendo de medo, de que algum louco [porque Hollywood foi invadida por eles esses tempos] queira refilmar Ritmo Quente. Já fomos ofendidos com a vã tentativa de um segundo filme, ter uma refilmagem, com algum atorzinho que mal saiu das fraldas no lugar dele, é de embrulhar meu estômago. E o pior, é que do jeito que a coisa vai [É só lembrar que o ‘novo’ Karatê Kid está a plenos pulmões] não vai me surpreender quando eu ler a notícia. Ao menos, respeitem a memória do Patrick escolhendo alguém que SAIBA dançar.

Enfim, ele está bem agora, preciso pensar assim para não ficar deprimida! E eu sei que agora, ele estará lá no céu olhando pelas pessoas que ele amava!

RIP Patrick!

Beijos mais que quentes,

Postado por vanessa.sc às 19:42:04
  | Encaminhar Este Post

Para se roubar um coração, é preciso que seja com muita habilidade, tem que ser vagarosamente, disfarçadamente, não se chega com ímpeto, não se alcança o coração de alguém com pressa.
Tem que se aproximar com meias palavras, suavemente, apoderar-se dele aos poucos, com cuidado.
Não se pode deixar que percebam que ele será roubado, na verdade, teremos que furtá-lo, docemente.

Conquistar um coração de verdade dá trabalho, requer paciência, é como se fosse tecer uma colcha de retalhos, aplicar uma renda em um vestido, tratar de um jardim, cuidar de uma criança.
É necessário que seja com destreza, com vontade, com encanto, carinho e sinceridade.
Para se conquistar um coração definitivamente tem que ter garra e esperteza, mas não falo dessa esperteza que todos conhecem, falo da esperteza de sentimentos, daquela que existe guardada na alma em todos os momentos.

Quando se deseja realmente conquistar um coração, é preciso que antes já tenhamos conseguido conquistar o nosso, é preciso que ele já tenha sido explorado nos mínimos detalhes,  que já se tenha conseguido conhecer cada cantinho, entender cada espaço preenchido e aceitar cada espaço vago.
...E então, quando finalmente esse coração for conquistado, quando tivermos nos apoderado dele, vai existir uma parte de alguém que seguirá conosco.

Uma metade de alguém que será guiada por nós e o nosso coração passará a bater por conta desse outro coração. Eles sofrerão altos e baixos sim, mas com certeza haverá instantes, milhares de instantes de alegria.  Baterá descompassado muitas vezes e sabe por que? Faltará a metade dele que ainda não está junto de nós.

 Até que um dia, cansado de estar dividido ao meio, esse coração chamará a sua outra parte e alguém por vontade própria, sem que precisemos roubá-la ou furtá-la nos entregará a metade que faltava.  ...Ee é assim que se rouba um coração, fácil não?

Pois é, nós só precisaremos roubar uma metade, a outra virá na nossa mão e ficará detectado um roubo então!  E é só por isso que encontramos tantas pessoas pela vida a fora que dizem que nunca mais conseguiram amar alguém... É simples...  É porque elas não possuem mais coração, eles foram roubados, arrancados do seu peito, e somente com um grande amor ela terá um novo coração, afinal de contas, corações são para serem divididos, e com certeza esse grande amor repartirá o dele com você.

(Luiz Fernando Veríssimo)

Postado por vanessa.sc às 19:31:25
  | Encaminhar Este Post

Mulheres
Certo dia eu parei para observar as mulheres e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas. São espiãs. Espiãs de Deus, disfarçadas entre nós

Pare para refletir sobre o sexto-sentido. Alguém duvida de que ele exista? E como explicar que ela saiba exatamente qual mulher, entre as presentes, em uma reunião, seja aquela que dá em cima de você? E quando ela antecipa que alguém tem algo contra você, que alguém está ficando doente ou que você quer terminar o relacionamento?

E quando ela diz que vai fazer frio e manda você levar um casaco? Rio de Janeiro, 40 graus, você vai pegar um avião pra São Paulo. Só meia-hora de vôo. Ela fala pra você levar um casaco, porque "vai fazer frio". Você não leva. O que acontece?

O avião fica preso no tráfego, em terra, por quase duas horas, depois que você já entrou, antes de decolar. O ar condicionado chega a pingar gelo de tanto frio que faz lá dentro! "Leve um sapato extra na mala, querido. Vai que você pisa numa poça... Se você não levar o "sapato extra", meu amigo, leve dinheiro extra para comprar outro. Pois o seu estará, sem dúvida, molhado...

O sexto-sentido não faz sentido! É a comunicação direta com Deus! Assim é muito fácil... As mulheres são mães! E preparam, literalmente, gente dentro de si. Será que Deus confiaria tamanha responsabilidade a um reles mortal? E não satisfeitas em ensinar a vida elas insistem em ensinar a vivê-la, de forma íntegra, oferecendo amor incondicional e disponibilidade integral. Fala-se em "praga de mãe", "amor de mãe", "coração de mãe"...

Tudo isso é meio mágico... Talvez Ele tenha instalado o dispositivo "coração de mãe" nos "anjos da guarda" de Seus filhos (que, aliás, foram criados à Sua imagem e semelhança). As mulheres choram. Ou vazam? Ou extravasam? Homens também choram, mas é um choro diferente. As lágrimas das mulheres têm um não sei quê que não quer chorar, um não sei quê de fragilidade, um não sei quê de amor, um não sei quê de tempero divino, que tem um efeito devastador sobre os homens... É choro feminino. É choro de mulher...

Já viram como as mulheres conversam com os olhos? Elas conseguem pedir uma à outra para mudar de assunto com apenas um olhar Elas fazem um comentário sarcástico com outro olhar. E apontam uma terceira pessoa com outro olhar. Quantos tipos de olhar existem? Elas conhecem todos... Parece que freqüentam escolas diferentes das que freqüentam os homens! E é com um desses milhões de olhares que elas enfeitiçam os homens.

EN-FEI-TI-ÇAM !

E tem mais! No tocante às profissões, por que se concentram nas áreas de Humanas? Para estudar os homens, é claro! Embora algumas disfarcem e estudem Exatas... Nem mesmo Freud se arriscou a adentrar nessa seara. Ele, que estudou, como poucos, o comportamento humano, disse que a mulher era "um continente obscuro". Quer evidência maior do que essa? Qualquer um que ama se aproxima de Deus. E com as mulheres também é assim. O amor as leva para perto dEle, já que Ele é o próprio amor. Por isso dizem "estar nas nuvens", quando apaixonadas.

É sabido que as mulheres confundem sexo e amor. E isso seria uma falha, se não obrigasse os homens a uma atitude mais sensível e respeitosa com a própria vida. Pena que eles nunca verão as mulheres-anjos que têm ao lado. Com todo esse amor de mãe, esposa e amiga, elas ainda são mulheres a maior parte do tempo. Mas elas são anjos depois do sexo-amor. É nessa hora que elas se sentem o próprio amor encarnado e voltam a ser anjos. E levitam. Algumas até voam. Mas os homens não sabem disso. E nem poderiam, porque são tomados por um encantamento que os faz dormir nessa hora."

(Luiz Fernando Veríssimo)

Postado por vanessa.sc às 00:34:04
  | Encaminhar Este Post

Como pedir uma pizza em 2015

*  Telefonista : Pizza Hot, boa noite! 

* Cliente : Boa noite! Quero encomendar pizzas...

*  Telefonista : Pode me dar o seu NIDN?

* Cliente : Sim, o meu número de identificação nacional é 6102-1993-8456-54632107.

* Telefonista : Obrigada, Sr.Lacerda. Seu endereço é Avenida Paes de Barros, 1988 ap. 52 B, e o número de seu  telefone é 5494-2366, certo?   O telefone do seu escritório da  Lincoln Seguros é o 5745-2302 e o seu celular é 9266-2566.

 * Cliente: Como você conseguiu essas informações todas?

* Telefonista : Nós estamos ligados em rede ao Grande Sistema Central.

* Cliente:   Ah, sim, é verdade! Eu queria encomendar duas pizzas, uma de quatro queijos e outra de calabresa...

* Telefonista: Talvez não seja uma boa idéia...

* Cliente: O quê?

* Telefonista: Consta na  sua ficha médica que o Senhor sofre de hipertensão e tem a taxa de colesterol muito alta. Além disso, o seu seguro de vida proíbe categoricamente escolhas perigosas para a sua saúde.

* Cliente: É  você tem razão! O que você sugere?

* Telefonista : Por que o Senhor não experimenta a nossa pizza Superlight, com tofu e rabanetes? O Senhor vai adorar!

* Cliente: Como é que você sabe que vou adorar?

* Telefonista: O Senhor consultou o site 'Recettes Gourmandes au Soja' da Biblioteca Municipal,dia 15 de janeiro, às 4h27minh, onde permaneceu conectado à rede durante 39 minutos. Daí a  minha sugestão...

* Cliente : OK está bem! Mande-me duas pizzas  tamanho família!

* Telefonista: É a escolha certa para o Senhor, sua esposa e seus 4 filhos, pode ter certeza.

* Cliente : Quanto é?

* Telefonista : São R$ 49,99.

* Cliente: Você quer o número do meu cartão de crédito?

* Telefonista : Lamento, mas o Senhor vai ter que pagar em dinheiro. O limite do seu  cartão de crédito já foi ultrapassado.

* Cliente: Tudo bem, eu posso ir ao Multibanco sacar dinheiro antes que chegue a pizza.

*  Telefonista: Duvido que consiga! O Senhor está com o saldo negativo no  banco.

* Cliente: Meta-se com a sua vida! Mande-me as pizzas que eu arranjo o dinheiro. Quando é que entregam?

* Telefonista: Estamos um pouco atrasados, serão entregues em 45 minutos.  Se o Senhor estiver com muita pressa pode vir buscá-las, se bem que transportar duas pizzas na moto não é aconselhável, além de ser perigoso...

* Cliente: Mas que história é essa, como é que você sabe que eu vou de moto?

* Telefonista: Peço desculpas, mas reparei aqui que o Sr. não pagou as últimas prestações do carro e ele foi penhorado. Mas a sua moto está paga, e então pensei que fosse utilizá-la.

* Cliente: @#%/§@&?#>§/%#!!!!!!!!!!!!!

* Telefonista: Gostaria de pedir ao Senhor para não me insultar...  Não se esqueça de que o Senhor já foi  condenado em julho de 2006 por desacato em público a um Agente Regional.

* Cliente: (Silêncio)

* Telefonista: Mais alguma coisa?

* Cliente: Não, é só isso... Não, espere... Não se esqueça dos 2 litros de Coca-Cola que constam na promoção. 
        
* Telefonista : Senhor, o regulamento da nossa promoção, conforme citado no artigo 3095423/12, nos proíbe de vender bebidas com açúcar a pessoas diabéticas...

* Cliente: Aaaaaaaahhhhhhhh!!!!!!!!!!!  Vou me atirar pela janela!!!!!

* Telefonista: E machucar o joelho? O Senhor mora no andar térreo! 

(Luiz Fernando  Veríssimo)

 

Postado por vanessa.sc às 20:41:20
  | Encaminhar Este Post

COISAS QUE SÓ UMA MULHER CONSEGUE:

1 - Fingir naturalidade durante um exame ginecológico.

2 - Usar o poder de uma calça jeans para rediagramar a estrutura do corpo.

3 - Ter crise conjugal, crise existencial, crise de identidade e crise de nervos!

4 - Ser mãe solteira, mãe casada, mãe separada, mãe do marido.

5 - Lavar a calcinha no chuveiro. E depois pendurá-la na torneira, para horror do sexo masculino.

6 - Rasgar a meia na entrada da festa.

7 - Sentir-se pronta para conquistar o mundo, quando está usando um batom novo!

8 - Chorar no banheiro, e ficar se olhando no espelho para ver qual melhor ângulo.

9 - (Esta é perfeita!!!!) Achar que o seu relacionamento acabou, e depois descobrir que era
tudo tensão pré-menstrual(olha a TPM aí!!!!).

10 - Nunca saber se é para dividir a conta, ou se é para ficar meiguinha.

11 - Dizer não, para ele insistir bastante, e aí ter que dizer sim!

SÓ AS MULHERES ENTENDEM:

1 - Por que é bom ter cinco pares de sapatos pretos.

2 - A diferença entre creme, marfim, e bege claro.

3 - Achar o homem ideal é difícil, mas achar um bom cabeleireiro é praticamente impossível.

E O TÓPICO NÚMERO UM QUE SÓ AS MULHERES ENTENDEM:

1 - As outras mulheres!

ORAÇÃO DAS MULHERES:

'Querido Deus, Até agora o meu dia foi bom: não fiz fofoca, não perdi a paciência, não fui gananciosa, sarcástica, rabugenta, chata e nem irônica.

Controlei minha TPM, não reclamei, não praguejei, não gritei, nem tive ataques de ciúmes. Não comi chocolate.

Também não fiz débitos em meu cartão de crédito (nem do meu marido) e nem dei cheques pré-datados. Mas peço a sua proteção, Senhor, pois estou para levantar da cama a qualquer momento...
Amém!

Postado por vanessa.sc às 17:04:00
  | Encaminhar Este Post

Então, estava passando “As crônicas de Nárnia – Príncipe Caspian”... Pra quem acompanha há MUITO tempo meu blog, sabe que quando eu falo de Nárnia, eu simplesmente viajo – Literalmente. Quando criança, eu sonhava [e brincava] em estar em Nárnia... Engraçado como nossas fantasias de crianças persistem mesmo depois que sabemos que isso é impossível. Primeiro, porque [infelizmente] não existe magia, segundo porque Nárnia é o mundo perfeito e bem... O mundo perfeito não existe.

Em “O Príncipe Caspian” os quatro irmãos voltam para Nárnia para atender o chamado de Caspian, um príncipe Telmarino [inimigos declarados dos Narnianos] que está tentando destituir o tio tirano do trono. Bem, como os telmarinos conseguiram invadir Nárnia? Bem, depois dos eventos do primeiro filme [onde temos o fofo mr. Tumnus – James McAVoy] os irmãos tentam se adaptar a vida na Inglaterra pós Guerra, o que eles vêem que não está sendo tão fácil assim. Em O príncipe Caspian, eles têm que entender que nem todos os Telmarinos são seus inimigos e Peter precisa reconhecer e entender que não será sempre que Aslan virá, até porque, eles precisam acreditar sem necessitar de provas.

Bem, voltando para o primeiro filme... Alguns ainda afirmam que não é um filme assim tão bom. Talvez até a história seja infantil demais, mas o que vale é a fantasia, e muito mais que Harry Potter [sim, eu posso falar isso dessa forma] e outras modinhas que estão por aí, Nárnia é mais, muito mais. Vendo o primeiro filme, eu fico ainda achando que é possível existir um mundo paralelo, em que um Leão é o soberano de tal forma, e tão bom... E justo!

A história, basicamente se resume na forma em que você enfrenta seus problemas, e o que essa forma irá causar na sua vida... São sempre as escolhas... O filme, ou melhor, a história, é feita de escolhas, as tais escolhas que temos que fazer mais cedo ou mais tarde nas nossas vidas! E claro, ter uma Lucy ou um Peter ou até mesmo um Edmund pra nos mostrar o caminho, não seria nada mal [até porque, o Ed sempre foi um dos meus personagens preferidos – claro, depois da Lucy] o Ed é quem surpreende desde o primeiro instante. Primeiro porque fica claro que ele de alguma forma faz as coisas por um pedaço de doce [ainda juto por Deus que vou provar do manjar turco – FATO] depois, porque vem dele a superação. Quer dizer, ele quem teve que fazer as escolhas mais difíceis, ele que teve que crescer, que ver que o mundo perfeito que ele imaginava existir é bem pior, e que sim, as pessoas podem causar mal apenas por prazer.

As pessoas “surtam” por Harry Potter, Senhor dos Anéis e até mesmo, o mais recente “Crepúsculo”, certo eu adoro essas historias, mas, elas não são como Nárnia. É uma história infantil sim, quase não existe ação sim, e SIM, você pode até falar que é alguma coisa voltada para a religião, mas ISSO é a graça da história... É tão linda a forma como o Lewis criou, desenvolveu e nos fez acreditar num mundo inteiro, que ele poderia ser possível e que nele, existiriam personagens cativantes, como no caso do Tumnus... Que é o personagem dos meus sonhos [mesmo para um fauno] são amores não ditos, daqueles que faz seu coração pulsar rápido que eu estou falando. Os olhares, as preocupações... Enfim...

Nárnia simplesmente me cativou e eu procuro um guarda roupa para encontrá-la... E você?

Beijos mais que quentes!

Postado por vanessa.sc às 22:12:43
  | Encaminhar Este Post

Backstreet Boys - Straight Through My Heart

  (Brian)

In the heart of the night Where its dark In the lights

I heard the loudest noise a gunshot on the floor

(Nick)

I looked down And my shirts turning red I’m spinning around

Felt her lips on my neck And her voice in my ear Like I missed you Want you tonight

(All)

Straight through my heart a single bullet got me

I can’t stop the bleeding

Ohhhh

Straight through my heart she aimed and she shot me

I just can’t believe it

Ohhhh

No I cant resist And I cant be hit

I just cant escape this love

Straight through my heart

Soldier down (my heart)

(Howie)

Thought I moved more than on

Thought I could fool her charm

I really wanna go But I cant leave her alone

 (AJ)

Hear the sound Of a love so loud

I just can’t, I just can’t Ignore this feeling

Said she misses me And she wants me Wants me tonight

Refrão

 (Nick)

In the heart Of the night

Where its dark In the lights

I heard the loudest noise a gunshot on the floor

Refrão (repete duas vezes)

Postado por vanessa.sc às 18:08:41
  | Encaminhar Este Post

A Secretaria do Audiovisual, órgão ligado ao Ministério da Cultura, divulgou nesta sexta-feira (4) os títulos dos dez longas-metragens brasileiros que poderão concorrer ao Oscar em 2010.

 Desta lista, uma comissão formada por críticos, pesquisadores, cineastas e representantes de distribuidoras escolherá apenas um nome para encaminhar à Academia, que então decidirá se inclui ou não o título entre os cinco indicados ao Oscar na categoria de melhor filme em língua estrangeira. 

O nome do filme escolhido será divulgado pelo MinC em 18 de setembro. A cerimônia do Oscar está prevista para o dia 7 de março de 2010.

Confira a seguir os filmes pré-selecionados:

- “Besouro”, de João Daniel Tikhomiroff

- “Síndrome de Pinnochio – Refluxo”, de Thiago Moyses

- “Jean Charles”, de Henrique Goldman

- “Feliz natal”, de Selton Mello

- “A festa da menina morta”, de Matheus Nachtergaele

- “O menino da porteira”, de Jeremias Moreira

- “Se nada mais der certo”, de José Eduardo Belmonte

- “Budapeste”, de Walter Carvalho

- “Salve geral”, de Sérgio Rezende

- “O contador de histórias”, de Luiz Villaça

Fonte: G1 - Cinema

Postado por vanessa.sc às 19:25:31
  | Encaminhar Este Post

Sabe o que eu acho mais engraçado no atendimento ao público? É que simplesmente você encontra figuras de todos os gêneros, estilos, humores e tipos. E o mais engraçado é que esse público muda quando vai se encaminhando para o final de semana! Acho engraçado isso! De segunda a quarta feira, geralmente são pessoas apressadas [estranhamente aquelas que mal têm tempo sequer de respirar], mas que geralmente vão com alguma coisa específica na cabeça! Pra elas, é só dar o que elas querem e pronto, acabou a história! Na quarta feira, por exemplo, eles são um mistura de dois públicos. Têm aquelas pessoas que simplesmente... Estão, caso vocês me entendem... Vão tomar um café, ficar folheando livro [e claro deixar fora do lugar =x] enquanto tem aquelas que vão procurando alguma coisa para presentear, ou sei lá o que.

Vender pra essas pessoas é fácil, o problema é quando vem aquelas pessoas que não sabem nem porque resolveram acordar da cama naquele dia [geralmente são as pessoas do final de semana, que vão pra lá pra desestressar...] eu simplesmente acho interessante essas pessoas, elas chegam, como quem não quer nada, procuram, procuram, procuram e procuram e quando realmente resolvem perguntar onde está tal coisa que elas querem... Bem, a tal coisa está na frente delas, rs... Eu acho engraçado isso! Acreditem, acontece muito isso! Eu não acho ruim ficar atendendo ao público. Quando a gente vê os olhos brilhando das meninas que chegaram atrás de tal livro porque foi falado a exaustão no livro modinha do momento, simplesmente é demais sabe! Eu só não gosto realmente, quando as pessoas acham de vir soltando os cachorros quando na realidade, uma simples conversa já bastaria para a solução dos problemas... Enfim...

E quando simplesmente os clientes começam a se tornar “cativos”? Alguém já passou por isso? Quer dizer, você sempre atender ao mesmo cliente? Saber inclusive qual foi o último livro que ele(a) comprou? Acho legal quando isso acontece. É bacana! E só de observar você acaba descobrindo o que aquela pessoa gosta de ler. Exemplo? Existem pessoas que ADORAM livros de auto-ajuda, bem... Não me levem a mal quem gosta, mas EU ainda não consegui entender o motivo desses livros venderem tanto, como o João falou pra mim certa vez, eu não acho certo, uma pessoa dizer, como quando e de que forma você tem que agir para conseguir tal coisa que você quer... Enfim...

Tem aqueles que procuram logo as coisas da Anne Rice e seu eterno vampiro Lestat... Vampiro, aliás, virou a moda do momento. Certo que, a última vez que eu vi uma mobilização parecida foi quando uma certa britânica lançou ao mundo a historia de uma escola peculiar com alunos peculiares que... Bem acabou de forma estranha, assim como começou. Mas agora, O MUNDO virou vampiro, se duvidar, até você, sim você que está lendo a este texto agora, é vampiro e não sabe. Cuidado! São tantos livros falando sobre, e para todos os gostos... É só chegar e escolher, no final, é tudo sanguessugas que resolveram sair de seus caixões e revolucionar o mundo.

Mas existem ainda os eternos apaixonados. Grata foi minha surpresa hoje quando um rapaz chegou e começou a ler Vinicius de Moraes... “Para viver um grande amor”... O que tem demais nisso? Simplesmente, Vinicius de Moraes é uma coisa assim tão perfeita e romântica que eu achei lindo ele ficar declamando o tal poema... O que, aliás, é uma das obras primas dele.

Enfim, coisas que somente quem fica atento ao atendimento está “fadado” a saber o que se passa... É isso, qualquer hora, eu volto com mais!

Beijos mais que quentes!

Postado por vanessa.sc às 18:32:29
  | Encaminhar Este Post

Namoro - Arnaldo Jabor

A praga da década são os namorofóbicos.

Homens e mulheres estão cada vez mais arredios ao título de namorado, mesmo que,na prática, namorem.. Uma coisa muito estranha. Saem, fazem sexo, vão ao cinema, freqüentam as respectivas casas, tudo numa freqüência de namorados, mas não admitem. Têm alguns que até têm o cuidado de quebrar a constância só para não criar jurisprudência, como se diria em juridiquês. Podem sair várias vezes numa semana, mas aí tem que dar uns intervalos regulamentares, que é para não parecer namoro.

- É tua namorada?

- Não, a gente tá ficando.

- Ficando aonde, cara pálida?

Negam o namoro até a morte, como se namoro fosse casamento, como se o título fizesse o monge, como se namorar fosse outorgar um título de propriedade.

Deve temer que ao chamar de namorada(o) a criatura se transforme numa dominadora sádica, que vai arrastar a presa para o covil, fazer enxoval, comprar alianças, apresentar para a parentada toda e falar de casamento - não vai. Não a menos que seja um(a) psicopata. Mais pata que psico. Namorar é leve, é bom, é gostoso. Se interessar pelo outro e ligar pra ver se está tudo bem pode não ser cobrança, pode ser saudade, vontade de estar junto,de dividir. A coisa é tão grave e levada a extremos que pode tudo, menos chamar de namorado. Pode viajar junto, dormir junto, até ir ao supermercado junto (há meses!), mas não se pode pronunciar a palavra macabra: NAMORO.

Antes, o problema era outro: CASAMENTO. Ui. Vá de retro! Cruz credo! Desafasta.

Agora é o namoro, que deveria ser o test drive, a experiência, com toda a leveza do mundo. Daqui a pouco, o problema vai ser qualquer tipo de relacionamento que possa durar mais que uma noite e significar um envolvimento maior que saber nome. Do que o medo? Da responsabilidade? Da cobrança? De gostar?

Sempre que a gente se envolve com alguém tem que ter cuidado. Não é porque "a gente tá ficando" que não se deve respeito, carinho, cuidado.

Não é porque "a gente tá ficando" que você vai para cama num dia e no outro finge que não conhece e isso não dói ou não é filha da putice? Não é porque "a gente tá ficando" que o outro passa ser mais um número no rol das experiências sexuais - e só. Ou é? Tô ficando velho? Paciência...

FATO: esse texto foi pra mim! Hunf

Postado por vanessa.sc às 18:42:46
  | Encaminhar Este Post

Faz tempo que eu não coloco aqui meus pensamentos… Até porque, faz um tempo que eu não tenho lá muitas inspirações para ficar escrevendo coisas sem sentido... Bem... A verdade é que estou voltando ao marasmo! Não MARASMO, mas apenas, tenho me acomodado, só isso!

Engraçado essa onda de nostalgia né? Mais engraçado ainda, quando essa tal nostalgia aparece quando, simplesmente a gente não sabe o motivo de tanta saudade... Voltei a sonhar com ele, quer dizer, para falar a verdade, eu não sei sequer se eu algum dia parei de pensar nele!

Quem é ele? Boa pergunta. Eu sei o nome dele, Marcelo e sei também que ele tem olhos azuis... E devido a um sonho que eu tive algum tempo atrás, provavelmente ele, se ainda não apareceu, vai aparecer em algum lugar do meu futuro [reza a lenda que esse futuro chegue logo].

E o meu eterno BSB está de volta as paradas, quer dizer, novo disco chegando [e pensar que eu simplesmente não tive condições físicas de ir ao show deles em SP esse ano] e “Straight trough my heart” é o tipo de música que te vicia de tal maneira que você só para de escutar quando realmente estiver enjoado dela, ou no caso do grupo, enjoada! Eu sempre que venho ao meu blog e vejo no que ele anda se tornando... Ah... Eu preciso ir mais vezes ao cinema para poder lançar minhas já conhecidas críticas dos filmes! [Conta também que os últimos filmes visto por essa que vos escreve não tiveram empolgação suficiente para merecer uma crítica minha, enfim!]

E eu realmente estou pensando em criar um “clube do filme” ou algo do gênero! Claro, também livros no melhor estilo “Clube de leitura de Jane Austen”, mas para isso eu preciso falar com as pessoas, o que sinceramente, eu NÃO ando com coragem! Num sábado a noite seria o melhor, mas sábado a noite... Bem, o lance é ir tentando!

Falar em tentar... OAB... Novamente!

Beijos mais que quentes

PS: {quando aparecer algo que realmente valha a pena escrever, PROMETO que o texto será um pouco mais longo}

Postado por vanessa.sc às 18:22:37
  | Encaminhar Este Post

Por que postar esse video? Bem, vamos lá:

1) Fã que é fã, NUNCA, JAMAIS, EM TEMPO ALGUM deixa de ser fã!

2) Porque a música é muito legal mesmo [fala de um amor incondicional]

3) Porque a música, é muito legal e é contagiante, FATO...

4) Porque, se vocês chegaram até o final do video, viram os olhos vermelhos dos quatro? Bem, isso que dá modinha de vampiro por ai! [Sem contar que, como eu queria estar no lugar da vampirona sucubus do mal, quando o Nick pega na mão dela]

Postado por vanessa.sc às 22:26:57
  | Encaminhar Este Post

Humor Atual

Meu Perfil

Links

. Blog do Uol
. Letras de Musica
. Martha Falcão
. Omelete
. Cinema com Rapadura
. Cinemais
. Cinemark
. UFAM


Nome: Vanessa Carvalho

Nascimento: 28 de Janeiro

Signo: Aquário

Cidade: Manaus/Amazonas

Twitter: @Nessasc

Twitter²: @Filmes_Livros

Profissão:

Férias vitalícias. Terminei de escrever um livro chamado "Anos Incríveis" e pelo que parece vai sair mais cedo do que eu pensava, só falta eu deixar de ter preguiça e começar a passar para o computador.




Frase: "Can you put a price on your dreams?"


Gosto:

Eu gosto de estar com as pessoas que gostam de mim, gosto dos meus amigos, são poucos, mas eles são importantes pra mim. Estou apaixonada, muito, e estou muito feliz.Sou desconfiada, ciumenta (apesar de conseguir esconder até que bem isso das pessoas), seletiva nas minhas coisas, não perdoo fácil as pessoas quando me ofendem ou alguém que eu amo, tenho pouca paciência, não posso negar e sou bastante racional, dificilmente me deixo ser levada pelas minhas emoções. Mas sou muito chorona, choro em desenho animado, novela mexicana (FATO), quando estou triste, e também quando estou feliz. Choro em livros (Calafrio foi o último que eu chorei) e adoro escrever.



Odeio:

Injustiça e mentira, acho que essas duas palavras resume bastante como eu sou no cotidiano.




Filme:

Um filme que resume bem meu gosto por tudo na vida é Orgulho e Preconceito... Sim o sarcasmo, pra mim, mostra muito do sentimento não dito entre duas pessoas. Mas eu gosto também de filmes antigos como "Casablanca" e "Bonequinha de Luxo" (Ainda está para nascer alguém como a Audrey linda Hepburn. Gosto de filmes de ação, romance, drama, desenhos. Ainda estou em dúvida em relação às comédias românticas. Acho que elas deixaram o brilhantismo de Meg Ryan e Tom hanks nos anos 80/90, não inovam mais e sempre é aquela mesma coisa chata. Harry e Sally adoro o final do filme. Filmes do momento como a série Harry Potter (Sim, eu gosto), Saga Crepúsculo eu assisto por ter lido os livros, confesso, não espero muita coisa deles, mas são legais, filmes dos anos 80? Clube dos Cinco, Primeiro ano do resto de nossas vidas, Curtindo a vida adoidado, Goonies, Gremlins, e por aí vai...



Música:

Trilhas Sonoras de filmes, eu sou particularmente fã. Mas gosto do "The Fray", do "David Cook" (Ganhador do American idol de 2008), "Bon Jovi" (Always), Ana Carolina, Jota Quest, Skank, Emmerson Nogueira (Todos Mineiros - Adoro o sotaque mineiro), Lulu Santos (Ainda a trilha sonora da minha vida, não tem jeito), e claro, coisas que eu trago ainda da minha adolescência como Backstreet Boys. Músicas dos anos 80, do rock nacional sempre me animam.



Livros Lidos:

Crepúsculo (Saga Completa); Orgulho e Preconceito; As areias do tempo; Saga Millennium, O Clube do Filme, Anjos e Demônios, Calafrio, Feios, A menina que roubava livros, Dançando no ar, Wake.



Livros para Ler:

Fallen, Swoon, Símbolo Perdido, Coração Ferido, A Guardiã da Meia-Noite, Para Sempre, Lua Azul, O legado da Caça-Vampiros, A Princesa e o Gelo, e mais alguns que eu não lembro.



Lendo: Um beijo do destino.








:: Vanessa's Link::





Arquivo

01/11/2010 a 30/11/2010
01/10/2010 a 31/10/2010
01/09/2010 a 30/09/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/06/2010 a 30/06/2010
01/05/2010 a 31/05/2010
01/04/2010 a 30/04/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/02/2010 a 28/02/2010
01/01/2010 a 31/01/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/11/2009 a 30/11/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005

Votação

[Avalie Este Blog]

Indique Este Blog

[Clique Para Indicar]

Visitas

Créditos

[ Layout ]
VICKYS.com.br
VICKYS.com.br

[ Powered by ]

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular