Eu ainda estou meio revoltada com essa onda de “mash-up” que andam fazendo de obras clássicas. O que seria isso?

Bem, mash-up, numa tradução rápida, seria “mistura”. Realmente, parando para pensar é o que pode ser mesmo. Lendo algumas páginas da tosquice de P&P and Zombies realmente deu pra notar que o cara leu (infelizmente) a obra da Jane.

Eu tenho uma professora que fala que, para podermos fazer o errado temos que conhecer o certo, mas ele já está passando dos limites. Bem, não foi sobre ele que eu resolvi escrever, então não vou me demorar muito nesse parágrafo.

O que tem me assustado bastante é a grande importância que a mídia está dando para esse livro. Tudo bem, até concordo que algumas obras são dignas de respeito por trazer a garotada ao mundo da leitura, mas fazer isso dessa forma eu acho ridículo. Se ele tem tanta imaginação assim, porque não escrever uma obra do zero? Uma história que não envolva outra? Imaginação já deu pra notar que ele tem, pois está na segunda obra da Jane que ele resolve “reescrever”. Ah sim, esqueci de comentar, ele também escreveu “Razão e Sensibilidade e Monstros marinhos”. Vendo a capa do livro, a figura que está ao lado de uma das irmãs parece mais um Davi Jones depois da gripe suína que outra coisa. Eu fico me perguntando o que a Jane falaria disso. Provavelmente viria com mais um livro completamente sarcástico afinal de contas, ele é americano.

Sabe o que é pior? É saber que, Hollywood apóia esse tipo de coisa. Outro livro que ele acabou de lançar, dessa vez esculachando a figura presidencial americana mais carismática de todos os tempos (graças a Deus ele esqueceu a Jane) foi Abraham Lincoln – Em meio as burocráticas sessões do senado americano, o presidente é um exímio caçador de vampiros. Sim, eles chegaram até o senado americano. Eu sinceramente não sei saio rindo ou chorando em desespero. Será que Eduward Cullen seria um senador sensato para ajudar ao presidente em sua empreitada? Bem provável (Ah, lembrem-me por meio de comentários de falar do spinn off de Eclipse por favor)

Mais uma vez eu pergunto: se ele é tão inteligente assim (¿) por que não escrever uma história que não envolva ninguém ou nenhuma obra conhecida? Eu sinceramente acho uma ofensa à memória da Jane, e do Lincoln... Enfim...

Sinal dos tempos!

Beijos Uivantes.

PS: que ele nem se atreva a colocar lobisomens em Dom Casmurro. Ai ele vai estar cutucando a onça com vara curta. Sim, as obras clássicas nacionais estão sendo cotadas para isso ¬¬. Se isso acontecer, o Tenório terá uma síncope nervosa FATO!

Postado por vanessa.sc às 08:10:19
  | Encaminhar Este Post

Eu realmente gostaria muito de entender por que a mídia faz tanto sensacionalismo por coisas que a sociedade já sabia.

Eu sei que uma das coisas que mais vende, que mais chama a atenção (Depois da violência é claro) é o sexo. Isso prova que, quanto mais o mundo “evolui” mais a sociedade regride. Tempos de AIDS? Não sei, mas realmente tem coisas que me chocam, não pelas noticias em si, mas pelo alarde enorme que fazem sobre elas.

Saiu na FOLHA que o cantor Rick Martin (Aquela coisa fofa) é gay. Nossa isso deu uma manchete na página principal do UOL. Sim, eu sei que talvez algumas pessoas estejam surpresas com isso, mas gente, qual é? Na boa, só quem realmente é completamente insano acreditava que ele não fosse gay. IMPOSSÍVEL seria acreditar nisso. Se ele tivesse escrito uma carta ao público falando que iria se casar com uma mulher, aí sim, eu realmente ficaria surpresa. Mas ele falar que é gay? Gente, eu acho que agora ele realmente vai começar a viver sem culpa.

Tipo, claro que existe aquela “boa” e velha hipocrisia de verem isso como uma doença ou algo do gênero, mas gente, qual é... Tá eu não acho legal e me choca ver duas pessoas do mesmo sexo se beijando, acho que isso ainda a sociedade precisa evoluir um pouco para parar de se chocar com isso, mas no geral, na essência, o sentimento é o mesmo. Quer dizer, o coração batendo, as mãos suadas... É tudo o processo químico do corpo, só que o alvo é alguém do mesmo sexo.

Pow quer ver gente mais “gay” e isso sem ofensa nenhuma, que o Elton John ou o George Michael? Meu deus, os caras até casamento com toda pompa e circunstância tiveram... Isso é tão normal na sociedade de hoje que eu realmente ainda fico pensar no que leva esse povo a escrever uma matéria sobre quem quer que seja falando que saiu do armário. Se for para as pessoas serem felizes, por que não?

Beijos Uivantes!

Postado por vanessa.sc às 20:47:54
  | Encaminhar Este Post

Como são as coisas. Eu passei dois dias triste por saber que as pessoas não respeitam mais nada. Existe um camarada nos EUA que simplesmente resolveu brincar com as pessoas que adoram Orgulho e Preconceito. Acho que sem nada para fazer da vida, resolveu reescrever o livro e colocar um bando de zumbis.

 Que a moda de seres fantasiosos está de volta, todo mundo já sabe, seres como vampiros e lobisomens tiveram uma grande repaginada nos últimos 5 anos. Agora, pegar uma história PERFEITA como orgulho e Preconceito e tacar zumbis no meio dela, simplesmente não entra na minha cabecinha “oca” (ou não, acho que nela já tem coisa demais para que eu aceite uma coisa assim).

Imaginar a Lizzie lutando karate, kung fu, ou seja lá o que diabos ela luta, para defender Meryton de Zumbis malucos que gostam de cérebro? Sinceramente, eu NÃO consigo entender isso. E ter sua paz abalada quando o Darcy chega por lá? MEU DEUS DO CÉU... O que está acontecendo com o mundo? Ver as várias adaptações do livro é uma coisa, ver O LIVRO cheio de zumbis é outra totalmente diferente.

Mas... Há sempre uma luz no final do túnel. Pesquisando sobre essa tosquice (E bota tosquice nisso), eu simplesmente soube que essa onda de deteriorar as obras alheias não vai durar por muito tempo.

Todos sabem o quanto os musicais da Broadway são famosos no mundo todo. Sabem também que atores das mais diversas partes do mundo sonham em algum dia se apresentar por lá, ainda mais quando se tratar de musicais (que lembram e muito dos grandes musicais da Metro – Vide Cantando na Chuva). Eles são famosos no mundo todo e MILHÕES de pessoas já assistiram alguns dos que estão por lá. Fantasma da Ópera (que há décadas está em exibição), Os miseráveis (Que dizem ser a melhor adaptação da obra do “Vitinho”) são dois bons exemplos do quanto eles são fantásticos.

 Agora a minha alegria está completa: pesquisando sobre essa tosquice aí de cima, eu descobri que a Broadway tem a sua versão de Orgulho e Preconceito. Pelas duas músicas que eu escutei no site, fiquei com lágrimas nos olhos. Vocês não têm noção do que é ver um espetáculo desses ao vivo, é emocionante. E ver MEU LIVRO PREFERIDO tão lindamente adaptado... Com músicas perfeitas, um Darcy MARAVILHOSO e uma Elizabeth LINDA como deve ser... O espetáculo é desse ano e sinceramente... Que vontade de estar no primeiro dia de exibição.

É nessas horas que eu sei que não são zumbis que vão estragar esse livro que é simplesmente a prova de que o amor realmente existe e que ele quebra TODAS as barreiras.

Postado por vanessa.sc às 10:15:54
  | Encaminhar Este Post

É estranho quando lembramos coisas que parecem que o tempo insiste em mandar de volta, não é? Eu não passava de uma “aborrecente” chata quando, na rádio, eu escutei uma música bem maluca chamada “Geração Coca-cola”. Levada pela intensidade da melodia, dias depois eu estava cantando o refrão da música sem nem mesmo entender o que o resto dela tratava. Foi o início de um amor sem fim. Depois dela eu comecei a reparar nas músicas da mesma anda e o quanto ela era famosa Brasil afora.

Estava no início da carreira de uma das maiores bandas de todos os tempos. Legião urbana (e pode até parecer clichê o que eu vou falar), mas foi a única banda, até agora que cantou o que se passa no coração dos jovens. E não me venham dizer que isso não acontecia.

Quem já parou para pensar nas letras de “Há tempos”, “Tempos Perdido”, “Monte Castelo” simplesmente tem seu coração exposto de uma maneira que ninguém jamais pensou em fazer. E o vocalista? Um mix de profeta, professor, irmão mais velho que te escutava simplesmente embalou essa garotada como nunca ninguém embalou ninguém. E olha que isso estava em época de Cazuza...

Mas, diferentemente do Cazuza, o Renato colocava sua revolta em suas letras, ou, afinal de contas, vocês ainda duvidam que “parece cocaína, mas é só tristeza...” não fala da realidade dos jovens? Não fala do quanto eles são uma explosão de hormônios depressivos que não sabem o que vão fazer?

Hoje ele faria 50 anos, mas do jeito que ele era, eu tenho certeza que seria ainda aquele garoto revoltado cantando sofrimentos cotidianos como ninguém mais fez. Pensar no Renato é pensar num cara que viveu de forma intensa tudo o que a vida tem a oferecer. Então veio a AIDS para estragar a festa.

Sim, eu sei que era um momento de loucura total, ninguém ainda sabia direito o que era isso, o preconceito no grau máximo... Mas era o RENATO RUSSO... Aquele cara triste que conseguia se fazer entender, e fazer com que uma geração inteira cantasse “Eu canto em português errado” de uma maneira fantástica sem se preocupar com modismos. Muitas pessoas mais velhas, eu lembro, que falavam que a “moda” passaria. Mas não passou! Hoje o Renato continua mais vivo que muita gente que faz “sucesso”.

Moda passageira ou clássico, uma coisa é certa... Como ele, cantar o jovem e para o jovem... Nunca mais!

Viva Renato!

"Ainda que eu falasse a lingua dos anjos, e falasse a lingua dos homens sem amor eu nada seria"

Postado por vanessa.sc às 08:09:21
  | Encaminhar Este Post

Que eu não gosto da coisa chata chamada Globo, muita gente já sabe, mas depois que eu li algumas notícias eu realmente me convenci de que essa emissora é simplesmente a pior coisa que aconteceu para o Brasil!

Por que eu estou tão revoltada assim? Simples! Sabem o vídeo do post abaixo? Da série que está se tornando minha nova Smallville? Pois é, acabei de ler que o troço comprou os direitos de transmissão da série.

Sinceramente eu realmente não sei não. A globo é ridícula, todos sabem disso, sinceramente. Tá que tem uma porrada de gente que não gosta da série, mas é só dar uma chance para ela. Eu mesma, até algum tempo atrás não estava nem ai pra ela. Dizia que era um HSM MUITO piorado (E olha que HSM é um saquinho – mesmo eu tendo visto os três filmes, enfim). Depois que você assiste a um episódio (Principalmente, que vê a Rachel e o Finn juntos *_*) se apaixona pela série, serião... Ai vem a Globo e estraga isso.

A série ainda não tem data para a estréia e nem horário... Mas, vocês acham mesmo que a toda poderosa Globo vai passar uma série para competir com as porcarias dela? Com o entojo chamado malhação? A.O.N.D.E... E claro, sem esquecer que há os cortes!

Meu Deus... Onde nós vamos parar? Ela perdeu House para a Record (O que obviamente eu adorei, o que eu não gostei foi a dublagem tosca que fizeram para o seriado que merecia uma dublagem top de linha...) e eu realmente gostaria MUITO de que Glee fosse para Record, revê TV, SBT ou qualquer outra, MENOS a Globo!

Uma série tão legal merece ser tratada com muito mais respeito! Se bem que, lembrando do que o SBT fez com Smallville... Seria bem melhor que Glee NUNCA fosse comprado os direitos por nenhuma TV aberta... Bem... Deixa pra la que a merda já foi feita mesmo... Enfim!

Beijos Uivantes

Vanessa Carvalho (Revoltada desta vez)

Postado por vanessa.sc às 00:54:23
  | Encaminhar Este Post

Versão de Glee para a música Take a Bow da Rihanna... FATO essa música me ganhou... *-*

Postado por vanessa.sc às 21:57:40
  | Encaminhar Este Post

Acabando de ler uma matéria sobre literatura, eu parei para pensar: muito se lê que “vivemos numa era de não leitores; as pessoas não têm costume de ler...” e frases do gênero.

Sabem o que eu acho? Que isso é um (PRE) conceito formado há tempos para desacreditar o brasileiro. Sim, eu concordo que não chegamos aos pés dos britânicos, que são considerados os maiores leitores do mundo, se eu não me engano, eles lêem cerca de 10 livros ao mês... Imaginem quantos livros isso dá ao ano? Mas o brasileiro lê sim! E isso graças aos “Harry Potter” da vida.

Eu, que trabalho em uma livraria posso comprovar isso todos os dias. Claro, ainda existem as toupeiras que soltam frases do tipo “Pra que gastar dinheiro com isso menino? Vai atrás de um filme”... Sim, eu escutei isso, acreditem uma mãe falando isso para o filho, bem, fazer o que? Eu vivo em Manaus e é nessas horas que eu realmente penso que aqui só tem... Bem, deixa para lá pra eu não ofender ninguém.

A minha geração realmente não lê muito, concordo, afinal de contas, viemos de pais que viveram a repressão em seu grau máximo, onde militares queimavam livros em sua frente, fazendo com que duas gerações inteiras perdessem o hábito dessa incrível atividade. Mas os tempos mudam e as pessoas mudam com ela. Veio uma geração que cresceu lendo JK Rowling, Stephenie Meyer, Dan Brown e tantos outros autores que escrevem para o público.

Muito se criticou esses escritores, mas eles têm seus méritos, afinal de contas, mudar a mentalidade de uma geração inteira? E ainda, mudar a mentalidade de uma geração inteira filhos e netos de duas que não lia? Quer coisa mais fantástica que isso? E mesmo ainda existindo mães que digam que comprar livro é besteira, há pessoas brilhantes que lutam contra isso.

Para mim não existe coisa mais gratificante que atender a um adolescente que procura “O morro dos ventos Uivantes” e voltar falando que a história é tão envolvente que leu o livro em dois, três dias. Eu mesma li esse livro aos trancos e barrancos na minha adolescência... Eu sinceramente acho que meus olhos brilham quando isso acontece.

Meninas procurando “Orgulho e Preconceito” com as mães e falando “Ah mãe é um livro do século XVII” respondendo quando a mãe pergunta que livro é esse. É fantástico.

E não são somente as meninas. Meninos têm criado o hábito da leitura graças a Harry Potter, sim, mas também ao Best-Seller “Ladrão de Raios” e todas as suas continuações. O melhor de tudo isso? Ensina as crianças a gostar de mitologia grega, e com isso um grande e maravilhoso leque se abre. Não somente para a literatura, mas história, português e tantas outras coisas que está intrínseca na leitura.

É gratificante estar fazendo parte disso. O mundo está mudando, muito se fala que o mercado de trabalho está mais exigente... E está. Procuram-se pessoas com mais capacidade intelectual para seus respectivos cargos, e você só consegue isso quando exercita o cérebro. Eu tive um professor que insistia em falar que o cérebro é um músculo e se não for usado, atrofia. Na hora eu ri, mas é isso mesmo. E eu concordo com ele. Profissional competente é profissional curioso, e não é aquela que matou o gato, é a de conhecimento. Você pode até não ter experiência nenhuma, mas se o responsável vê que você tem um baita conhecimento intelectual, metade do caminho você já percorreu.

E sabem o que é melhor? Pelo fato de essa turminha estar lendo mais, existe a grande possibilidade de essa mesma turminha estar na prateleira das livrarias muito em breve. É esperar e quem viver verá.

Vanessa Carvalho (Leitora compulsiva, escritora de final de semana e uma eterna sonhadora)

Beijos Uivantes.

Postado por vanessa.sc às 07:57:43
  | Encaminhar Este Post

Mais uma vez eu estava correndo. Não sabia para onde, porque estava correndo no escuro. Mas eu sentia o cheiro forte de terra molhada. Eu adorava esse cheiro. Havia neblina, muita. E havia arvores. Parecia uma floresta, mas eu não me sentia em uma floresta.

Eu corria atrás de alguma coisa, ou alguém. Não sabia o que, mas eu estava procurando alguma coisa, como se eu estivesse perdido algo muito importante. Escutava vozes baixas, chamando pelo meu nome. Eram vozes de crianças, mas eu tinha certeza que não eram crianças. Mesmo assim, eu sentia alguma coisa forte por elas.

Então, as vozes foram mudando. Primeiro elas se transformaram em apenas uma voz mais grave. Uma voz que eu realmente conhecia bem. Mas... Eu sabia que não podia ser dele, ele estava longe. Continuei correndo. Desta vez, mais rápido. Estava com saudades e não via a hora de estar nos braços dele novamente.

Mas a floresta nunca terminava, parecia que, quanto mais eu corria, mas longe a voz dele ficava. Então eu comecei a gritar por ele. O desespero começou a tomar conta do meu corpo e eu comecei a tremer. Não sei se pelo frio da noite chuvosa, ou se por medo de não vê-lo mais.

Eu queria tocá-lo, senti-lo tocando meu corpo novamente. Esse era meu maior medo e o que parecia apenas um passeio em uma floresta, foi se transformando em agonia. Eu queria correr mais rápido, mas os pingos da chuva não me deixavam enxergar mais que um palmo diante de mim. Eu gritava cada vez mais alto, chamando seu nome sentindo o desespero tomar conta de mim mais e mais.

Eu detestava ficar sozinha, ele sabia disso, então, é claro que ele não estava brincando comigo, é claro que ele realmente estava me procurando também, mas eu não o achava. Ia em direção da voz dele, mas todas as vezes que eu achava que estava chegando perto, aparecia um enorme precipício na minha frente.

Então eu comecei a chorar em desespero. O cansaço começou a tomar conta do meu corpo e eu comecei a diminuir o ritmo. Eu chamava por ele mais e mais. Ele me prometendo que eu não estava sozinha. Eu não me sentia sozinha, mas eu sabia que estava sozinha, era essa a sensação que mais me angustiava.

Foi quando eu senti... Uma mão sob meus ombros...

Quando abri os olhos e vi seus belos olhos negros olhando para a minha direção, eu sabia que nunca estive e nunca estarei sozinha!

NEOQEAV!

Beijos Uivantes.

Postado por vanessa.sc às 21:06:44
  | Encaminhar Este Post

Sabe quando você fica atolado de atividades que acaba esquecendo algumas coisas importantes? Bem, eu acho que isso está acontecendo comigo esses tempos. Conta uma séria falta de criatividade para escrever, o que já está realmente me deixando preocupada. O engraçado é que isso aconteceu justamente quando eu começo a minha faculdade de jornalismo. Mas enfim... Nem tudo são flores... (Podem acreditar, essa frase é uma das mais certas que existe).

Bem, A entrega do Oscar aconteceu. Simples assim e eu posso falar que FOI CHATA. Tão chata ao ponto de eu perder quase toda a entrega. Simplesmente não estava tão interessante assim. E não é porque eu não assisti a maioria dos filmes, mas porque estava realmente chata. Sem contar que “Guerra ao Terror” levou todos os prêmios possíveis. Enfim... Deve ter algum valor, vamos ver.

Mas como sempre eu falo, vamos falar um pouco de livros? Vamos. Estou terminando de ler um livro da Nora Roberts (sim, sinal de que eu estou ficando velha rs) que chama Trilogia da Magia. E como o nome já fala, é uma trilogia e é de bruxas. Mas é um livro bem legal sabem. Eu me surpreendi com a narrativa da Nora, sério. Eu achava que realmente fosse voltada para o público feminino mais adulto, mas não, as personagens dela, pelo menos nessa história, são personagens novas, de seus no máximo 30 e tantos anos. O que é legal. É bom, de vez em quando, você ler algo relacionado à sua faixa etária. Fugir um pouco do mundo adolescente ou pré-adulto (Lê-se Crepúsculo e outras fábulas vampirescas - não, eu não deixei de gostar, apenas resolvi mudar de ares).

Então, a história conta a vida de três amigas descendentes de bruxas do século XVII que moram em uma ilha no sul dos Estados Unidos. Nell, Mia e Ripley são as tais descendentes. Nell tem um passado conturbado, que fugindo dele acaba caindo nessa ilha “Ilha das Três irmãs” e passa a trabalhar para Mia. Nell é uma excelente cozinheira (Confesso que lendo o livro deu vontade de experimentar até a sopa de abóbora que ela faz). Na ilha ela conhece Zach por quem se apaixona. Só que o passado, numa é esquecido completamente quando não enfrentado. Nell, junto com suas novas amigas, precisa encontrar forças para enfrentá-lo se ela quiser continuar o presente e a ter um futuro (Ai credo, tá parecendo aquelas pessoas que escrevem as sinopses dos livros, mas é por aí mesmo). O livro é bem legal, e vale bem a pena. Não sei se são todos os livros dela, mas de qualquer forma... É um bom passatempo.

Beijos Uivantes.

Postado por vanessa.sc às 21:27:21
  | Encaminhar Este Post

Bom, depois de um domingo bem agoniante (prefiro realmente não lembrar disso agora) eu enfim, espero, vou colocar alguma crítica sobre um dos últimos filmes que eu assisti. Nossa, lembrando agora, faltam alguns mesmo que eu realmente não coloquei!

Amor sem escalas. Bem, um filme bem legal, bacana mesmo, com o George Clooney e a Jessica de Crepúsculo. Foi nesse filme que eu vi que essa menina ainda vai dar o que falar. A interpretação dela é brilhante. Ao contrário da do George Clooney. Sério gente, eu sempre achei o cara muito bonito e charmoso, mas nesse filme é só uma cópia do Daniel Ocean da série tantos homens e não sei quantos segredos, do Sodembergh. Não que o filme seja ruim, não é, é até bem legal e tem algumas coisas assim bem bacanas, umas tiradas até bem inteligentes, mas sei lá... Acho que pelo personagem dele, a interpretação ficou um tanto quanto lugar comum demais. A história, sinceramente não é AQUELA história. É bacana e tudo, mas parou por ai. Nada daquele bafafá todo que os americanos fizeram e tal...

Sherlock Holmes, eu confesso que fui assistir pela dupla protagonista. Sério. É o RDJ e o Jude, quem em sã consciência não iria ao cinema para assistir a um filme com esses dois? Só um maluco para não fazer isso. Enfim, o filme é muito legal mesmo, com ação na medida certa. E assim, ver um Holmes repaginado foi bem interessante. Claro a dedução lógica dele ainda está brilhante. E ele está bem engraçado e faz uma dupla muito legal com a Rachel McAdms. Infelizmente, nessa primeira aventura, eu senti falta de mais participação do já tão famoso Prof. Moriarty, mas enfim, espero sinceramente que em Holmes 2 (Que eu estou realmente esperando que ocorra o mais rápido possível) ele apareça mais. Fotografia? Londres, preciso falar mais alguma coisa? É... Acho que não.

Quanto a Um Olhar do Paraíso e Ladrão de raios, serão em posts separados!

Beijos Uivantes.

Postado por vanessa.sc às 13:40:53
  | Encaminhar Este Post

Humor Atual

Meu Perfil

Links

. Blog do Uol
. Letras de Musica
. Martha Falcão
. Omelete
. Cinema com Rapadura
. Cinemais
. Cinemark
. UFAM


Nome: Vanessa Carvalho

Nascimento: 28 de Janeiro

Signo: Aquário

Cidade: Manaus/Amazonas

Twitter: @Nessasc

Twitter²: @Filmes_Livros

Profissão:

Férias vitalícias. Terminei de escrever um livro chamado "Anos Incríveis" e pelo que parece vai sair mais cedo do que eu pensava, só falta eu deixar de ter preguiça e começar a passar para o computador.




Frase: "Can you put a price on your dreams?"


Gosto:

Eu gosto de estar com as pessoas que gostam de mim, gosto dos meus amigos, são poucos, mas eles são importantes pra mim. Estou apaixonada, muito, e estou muito feliz.Sou desconfiada, ciumenta (apesar de conseguir esconder até que bem isso das pessoas), seletiva nas minhas coisas, não perdoo fácil as pessoas quando me ofendem ou alguém que eu amo, tenho pouca paciência, não posso negar e sou bastante racional, dificilmente me deixo ser levada pelas minhas emoções. Mas sou muito chorona, choro em desenho animado, novela mexicana (FATO), quando estou triste, e também quando estou feliz. Choro em livros (Calafrio foi o último que eu chorei) e adoro escrever.



Odeio:

Injustiça e mentira, acho que essas duas palavras resume bastante como eu sou no cotidiano.




Filme:

Um filme que resume bem meu gosto por tudo na vida é Orgulho e Preconceito... Sim o sarcasmo, pra mim, mostra muito do sentimento não dito entre duas pessoas. Mas eu gosto também de filmes antigos como "Casablanca" e "Bonequinha de Luxo" (Ainda está para nascer alguém como a Audrey linda Hepburn. Gosto de filmes de ação, romance, drama, desenhos. Ainda estou em dúvida em relação às comédias românticas. Acho que elas deixaram o brilhantismo de Meg Ryan e Tom hanks nos anos 80/90, não inovam mais e sempre é aquela mesma coisa chata. Harry e Sally adoro o final do filme. Filmes do momento como a série Harry Potter (Sim, eu gosto), Saga Crepúsculo eu assisto por ter lido os livros, confesso, não espero muita coisa deles, mas são legais, filmes dos anos 80? Clube dos Cinco, Primeiro ano do resto de nossas vidas, Curtindo a vida adoidado, Goonies, Gremlins, e por aí vai...



Música:

Trilhas Sonoras de filmes, eu sou particularmente fã. Mas gosto do "The Fray", do "David Cook" (Ganhador do American idol de 2008), "Bon Jovi" (Always), Ana Carolina, Jota Quest, Skank, Emmerson Nogueira (Todos Mineiros - Adoro o sotaque mineiro), Lulu Santos (Ainda a trilha sonora da minha vida, não tem jeito), e claro, coisas que eu trago ainda da minha adolescência como Backstreet Boys. Músicas dos anos 80, do rock nacional sempre me animam.



Livros Lidos:

Crepúsculo (Saga Completa); Orgulho e Preconceito; As areias do tempo; Saga Millennium, O Clube do Filme, Anjos e Demônios, Calafrio, Feios, A menina que roubava livros, Dançando no ar, Wake.



Livros para Ler:

Fallen, Swoon, Símbolo Perdido, Coração Ferido, A Guardiã da Meia-Noite, Para Sempre, Lua Azul, O legado da Caça-Vampiros, A Princesa e o Gelo, e mais alguns que eu não lembro.



Lendo: Um beijo do destino.








:: Vanessa's Link::





Arquivo

01/11/2010 a 30/11/2010
01/10/2010 a 31/10/2010
01/09/2010 a 30/09/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/06/2010 a 30/06/2010
01/05/2010 a 31/05/2010
01/04/2010 a 30/04/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/02/2010 a 28/02/2010
01/01/2010 a 31/01/2010
01/12/2009 a 31/12/2009
01/11/2009 a 30/11/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/08/2009 a 31/08/2009
01/07/2009 a 31/07/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/04/2009 a 30/04/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/09/2008 a 30/09/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005

Votação

[Avalie Este Blog]

Indique Este Blog

[Clique Para Indicar]

Visitas

Créditos

[ Layout ]
VICKYS.com.br
VICKYS.com.br

[ Powered by ]

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular